Um ano após a glória do título estadual com o  Operário, Ruy tenta voltar a ter espaço no Coritiiba. | Hugo Harada/Gazeta do Povo
Um ano após a glória do título estadual com o Operário, Ruy tenta voltar a ter espaço no Coritiiba.| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Contratado pelo Coritiba em 2015, após ser o destaque do Operário na campanha que rendeu à equipe do interior o título Paranaense, o meia Ruy ainda não conseguiu se firmar no Coxa. O jogador, que foi revelado pelo clube, entrou nos minutos finais da vitória por 3 a 0 sobre o Guarany-CE, na estreia alviverde na Copa do Brasil, nesta quarta-feira (13), e marcou o último gol da partida, em cobrança de falta, quebrando um jejum de 297 dias. Com a camisa do Coxa, o jogador tinha marcado dois gols nessa segunda passagem. Um contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil, no dia 13 de maio, e outro no Atletiba, do dia 21 de junho.

Kleina elogia Leandro, mas confirma Ortega como titular do Coritiba contra o PSTC

Leia a matéria completa

Segundo o técnico Gilson Kleina, o jogador tem sido alvo de conversas da comissão técnica para retomar o bom futebol apresentado no Fantasma na última temporada. Kleina revelou que conta com Ruy como opção para o grupo, apesar de o meia já ter sido cotado para deixar o clube. “É um jogador experiente e sempre temos que ter algo a mais. Esse setor da equipe é muito exigido então fico feliz por ele [ter feito esse gol] e pelo grupo”, sentenciou.

Ruy tem sido pouco aproveitado na temporada. O jogador Fez apenas sua quarta partida e esteve em campo por pouco mais de 90 minutos. Seu último jogo tinha sido no dia 14 de fevereiro, contra o Toledo, pela quarta rodada do Paranaense.

Para o jogador, problemas físicos e de saúde diminuíram sua participação no grupo. “Tudo favoreceu. Peguei caxumba no decorrer da competição, tive uma pubalgia quando voltei. Perdi espaço também porque os companheiros estão bem”, afirmou.

O atleta espera retomar a forma para passar a ser cotado entre os principais jogadores do elenco alviverde. “Apesar de estar meio esquecido, tenho certeza que o treinador não pensa assim. Tenho que trabalhar mais para buscar meu espaço”, concluiu.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]