i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Catarinense

Joinville sofre nova derrota na Justiça e título catarinense será decidido no STJD

    • Estadão Conteúdo Web
    • 14/05/2015 23:37

    O Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC) manteve a decisão da primeira instância nesta quinta-feira (14) e impôs nova derrota ao Joinville. Por unanimidade, os auditores confirmaram a perda de quatro pontos do time no Campeonato Catarinense, favorecendo o Figueirense.

    O time de Florianópolis é o maior interessado no imbróglio judicial que pode cassar o título estadual do Joinville. Mas agora terá que aguardar a futura decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), uma vez que o Joinville vai recorrer à instância superior para tentar fazer valer o título conquistado no último dia 3.

    Como aconteceu no primeiro julgamento, o Pleno do TJD-SC decidiu a favor da punição por 8 votos a 0. Os auditores decidiram que o Joinville cometeu irregularidade ao incluir o jogador André Diego Krobel, de 20 anos, na lista de relacionados para a partida contra o Metropolitano, pela última rodada do Hexagonal Final do Catarinense.

    O Pleno do tribunal considerou o ato uma infração porque o atleta tinha apenas vínculo amador com o clube. Pela Lei Pelé, que fundamenta o Regulamento do Campeonato Catarinense, jogadores com ao menos 20 anos devem ter contratos profissionais com os clubes.

    Com a punição, o Joinville perdeu quatro pontos na tabela de classificação, o que altera as posições no Hexagonal Final. O time caiu da primeira para a segunda colocação, trocando de lugar com o Figueirense, justamente seu adversário na final do Estadual. Esta mudança inverte as vantagens que o Joinville tinha na decisão: garantir o título em caso de dois resultados iguais e jogar a segunda partida em casa.

    Estas vantagens acabaram dando o título ao time porque os dois jogos terminaram empatados sem gols. Diante da punição, que altera as posições na tabela de classificação, a vantagem passa a ser do Figueirense, que poderia ser aclamado o novo campeão estadual.

    O título, contudo, não vai trocar de mãos após esta nova decisão do TJD porque cabe recurso ao STJD. A diretoria do Joinville já avisou que vai apresentar recurso na instância superior. Não há estimativa de data para o futuro julgamento do caso no STJD.

    Ainda não se sabe o que aconteceria caso o Joinville sofra novas derrotas no Pleno do TJD e no STJD. A Federação Catarinense de Futebol poderia simplesmente aclamar o Figueirense como campeão ou agendar novas partidas para a final, com mandos invertidos e vantagem desta vez para o time da capital.

    No último dia 3, na final estadual, o Joinville recebeu o troféu de campeão catarinense e comemorou com sua torcida na Arena Joinville ao fim do segundo empate sem gols com o Figueirense. O título, contudo, não foi homologado por decisão do TJD, acatada pela Federação Catarinense de Futebol.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.