i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Campeonato Espanhol

Mourinho quer o Espanhol para evitar temporada do "quase"

  • PorAgência Estado
  • 01/05/2012 12:30
Conquistar o Espanhol sobre o badalado Barcelona valorizará o título, considera o técnico do Real Madrid, José Mourinho | EFE
Conquistar o Espanhol sobre o badalado Barcelona valorizará o título, considera o técnico do Real Madrid, José Mourinho| Foto: EFE

O Real Madrid está a apenas uma vitória de chegar ao seu 32.º título do Campeonato Espanhol. E a taça pode ser garantida nesta quarta-feira (2), quando a equipe madrilenha vai ao País Basco para enfrentar o Athletic Bilbao. Para o técnico José Mourinho, o título virá para coroar uma "grande" temporada da equipe.

"Temos que ganhar o Espanhol porque senão seria a temporada do quase. Temos que ganhá-lo e poderemos depois dizer que fizemos uma grande temporada e chegamos a um grande título. Se o Barcelona é merecedor de tantos elogios e terminamos o campeonato à frente deles, mais valor se dá ao nosso trabalho. A equipe tem uma grande margem de crescimento por sua juventude e assim que terminar o Espanhol teremos tempo para preparar a próxima temporada e sermos ainda melhores", disse nesta terça-feira (1º) o treinador português.

Ao chegar ao título espanhol, Mourinho vai se tornar o primeiro treinador a vencer os três principais campeonatos nacionais do mundo: Italiano (pela Inter de Milão), Inglês (pelo Chelsea) e Espanhol. "Penso que não será o meu último título aqui e que teremos possibilidades de celebrar mais coisas. Não sou um homem de festas, mas um de meus objetivos era conseguir ganhar as três ligas e se eu conseguir, o que estou certo que vou fazer, ficarei feliz."

O Real Madrid tem sete pontos de vantagem sobre o Barcelona faltando três rodadas para o fim do Campeonato Espanhol. Por isso, basta vencer um dos três próximos jogos, ou torcer por um tropeço do Barcelona. Mourinho espera conquistar o título já nesta quarta-feira, contra o Bilbao, no San Mames.

"Gosto muito de jogar em Bilbao. É um estádio que vai até a morte com sua equipe e que não é simpático para os adversários. Respira futebol. Minha equipe é assim também e vimos isso nas últimas partidas fora de casa, no Camp Nou (do Barcelona), no Calderón (do Atlético de Madrid) e no Reino de Navarra (do Osasuna)", lembrou o treinador.

Há um mês sem conceder entrevistas coletivas relativas ao Campeonato Espanhol, Mourinho encerrou o jejum nesta terça-feira na provável véspera da conquista do título e aproveitou para tocar em vários assuntos. Garantiu que Zinedine Zidane permanece no clube para a próxima temporada, apontou Cristiano Ronaldo como melhor do mundo e desejou boa sorte a Pep Guardiola.

"O primeiro objetivo (de Cristiano Ronaldo) é ganhar o Espanhol. O segundo, ganhar a Bola de Ouro da Fifa e não se ganha esta sendo o artilheiro, mas com um grande título coletivo. Não se pode ganhar a Bola de Ouro se não se ganha um grande campeonato nacional ou a Liga dos Campeões. Não me parece que no Bayern de Munique ou no Chelsea haja alguém melhor do que ele. Ganhando o Espanhol, acho que ganhará a Bola de Ouro", avaliou Mourinho.

Por fim, o treinador comentou a saída de Pep Guardiola do Barcelona. "Foi uma decisão pessoal dele e ele sabe o que o faz mais feliz. Tenho 12 anos como técnico e meu descanso será em junho, quando não tem partidos. Desejo a ele que desfrute, porque o mais importante da vida é desfrutar. Não me parece que o Barcelona tenha gente sem capacidade e se eles acreditam em Vilanova, respeitamos eles. Não os podemos desejar sorte porque é nosso rival direto."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.