Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Futebol
  4. Paraná Clube
  5. Alisson volta ao Paraná em busca do acesso com título da Série B no currículo

tricolor

Alisson volta ao Paraná em busca do acesso com título da Série B no currículo

  • Felipe Raicoski Especial para a Gazeta do Povo
Alisson atuou pouco pelo Botafogo, mas volta à Vila Capanema com o título da Série B. | Vítor Silva/SSPress/Botafogo
Alisson atuou pouco pelo Botafogo, mas volta à Vila Capanema com o título da Série B. Vítor Silva/SSPress/Botafogo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Destaque do time do Paraná em 2014, o zagueiro Alisson está de volta à Vila Capanema depois de passar um ano emprestado ao Botafogo. O defensor espera retomar o bom futebol de 2014 para ajudar o Tricolor a voltar à primeira divisão do Brasileirão, já que no clube carioca atuou em apenas nove partidas por uma série de fatores: a dupla de zaga encaixou, troca de comando técnico, entre outros.

“Foi uma experiência muito boa no Botafogo. Volto sabendo o caminho para os títulos e para o acesso. Vou trabalhar para em 2016 cumprir o projeto do Paraná, que é o acesso”, destaca o defensor, que conquistou o título da Série B de 2015 pelo Fogão.

Como o contrato com o time carioca vence dia 31 de dezembro, a documentação do retorno ainda não foi acertada. Porém, Alisson afirma que já existe um acordo verbal com a direção paranista e que as duas partes aguardam apenas o término do vínculo com a equipe de General Severiano para selar o retorno. “Tive contato com a diretoria, porque tinha uma pendência de 2014 que não tinha sido acertada. Eles quitaram e ficou tudo apalavrado. É só esperar o contrato com o Botafogo acabar para oficializar tudo, sentar na mesa e assinar”, revelou.

A experiência no Rio de Janeiro fez o jogador amadurecer e descobrir que os problemas no Paraná, como atrasos salariais e falta de recursos financeiros, são comuns a praticamente todos os clubes do país. “Foi uma experiência boa participar de um grupo vencedor. Ainda não tinha vivido o clima de decisão como profissional então com certeza volto mais maduro. A crise no Brasil afeta o futebol também e o Botafogo, que prometeu pagar sempre em dia, está fechando agora dois meses de atraso”.

Alisson acredita que a situação paranista, principalmente financeira, deve ser melhor que a vivida em 2014, quando o elenco ficou cinco meses sem receber e chegou a ameaçar entrar em greve. “Me passaram confiança, que as coisas no Paraná vão funcionar. Tive contato o [Leonardo] Oliveira, o Vavá e o [Carlos] Werner para ter mais tranquilidade e confiança no trabalho”, afirmou.

O zagueiro também se mostrou feliz em voltar a trabalhar com o técnico Claudinei Oliveira, que o comandou no Tricolor. “O Paraná sempre foi a minha casa, um lugar que me sinto bem. Com o Claudinei comandando o time, esperamos ter chance de ganhar o Paranaense para começar bem o ano, com uma energia boa dos jogadores e da torcida para animar o time para o Brasileiro”, afirmou.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE