i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
patrocínio

Paraná anuncia patrocínio máster e planeja volta para o Ninho em março

  • PorRobson Martins
  • 29/01/2016 11:47
Presidente do Paraná,  Leonardo Oliveira, e diretor presidente da Racco, Luiz Felipe Rauen, oficializaram o novo contrato. | Divulgação/Paraná Clube
Presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, e diretor presidente da Racco, Luiz Felipe Rauen, oficializaram o novo contrato.| Foto: Divulgação/Paraná Clube

O Paraná anunciou na manhã dessa sexta-feira (29) que a empresa Racco Cosméticos será o novo patrocinador máster do clube em 2016. A empresa, que já financiava o naming rights do centro de treinamento tricolor e patrocínios pontuais na camisa, ainda está trabalhando junto com o clube para que o time profissional treine a partir de março no Ninho da Gralha, que passará a ser o novo CT Racco.

“Nós já temos uma parceria desde 2014 e em 2016, o nosso ano de ascensão para a Série A, não podia ser diferente”, destaca o diretor presidente da Racco, Luiz Felipe Rauen. “O clube agora está em uma situação mais tranquila, acertando as suas grandes dívidas e com uma administração responsável, sem amadorismo”, elogia.

Rauen confirmou que estão sendo feito investimentos no Ninho da Gralha, com a criação de 26 suítes, para que o time profissional possa treinar e se concentrar a partir de março no local. Informação confirmada pelo presidente do clube, Leonardo Oliveira.

“A Racco está ajudando, estamos fazendo algumas transformações, para que possamos oferecer uma estrutura tão boa como no Caiuá”, revela o dirigente, referindo-se ao atual local de treinamento do clube e sem revelar o valor do investimento feito pela empresa.

Conselho do Paraná aprova acordo sobre caso Thiago Neves por unanimidade

Leia a matéria completa

Oliveira ainda garantiu que, independentemente do destino que o Ninho da Gralha tiver com as negociações com as empresas Systema e Base, derivas do caso Thiago Neves- o centro de treinamento pode ser dado como garantia para o empresário Carlos Werner-, isso não irá interferir na permanência do clube no local.

“O Ninho está envolvido sim na solução para algumas dívidas que possuímos, mas ainda temos situações chaves para acertar antes de falar sobre isso. Porém, isso não altera o nosso planejamento de continuar trabalhando no Ninho nos próximos anos”, garante.

Enquanto isso, a Racco comemora a visibilidade com o patrocínio, apesar de não ser o principal motivo da empresa apostar no clube. “O retorno de mídia nos últimos anos tem sido muito bom, mas a gente faz isso em primeiro lugar pelo amor ao clube. Eu sou um apaixonado desde a época do Ferroviário”, admite Rauen.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.