Ronaldinho Gaúcho em ação no primeiro treino no Atlético-MG | Bruno Cantini/Atlético-MG
Ronaldinho Gaúcho em ação no primeiro treino no Atlético-MG| Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Quase um ano e meio após voltar ao Brasil para atuar no Flamengo , Ronaldinho Gaúcho foi apresentado como novo jogador do Atlético-MG de forma bem diferente, nesta segunda-feira (4). A recepção com status de grande craque, com direito a shows e presença em peso da torcida do clube carioca deu lugar a uma chegada discreta, um rápido treino com os novos companheiros e uma entrevista coletiva comum a todos os reforços na Cidade do Galo, em Vespasiano.

O cenário retrata a desconfiança que cerca Ronaldinho. Ciente disso, o meia admitiu a necessidade de voltar a mostrar seu melhor futebol para conquistar a torcida. "Quero jogar bem, ajudar o Atlético a conquistar vitórias pouco a pouco e, se tudo der certo, ser campeão. Só vou conquistar a confiança da torcida com vitórias e jogando bem", comentou.

O jogador sabe que também precisará ganhar a confiança da diretoria do clube, com quem assinou contrato apenas até o final do ano. "Voltei para o Brasil para conquistar títulos e agora recebo outra oportunidade. Estou focado nisso e só quero ser campeão com o Atlético nestes seis meses de contrato", afirmou.

Para mostrar serviço, Ronaldinho quer entrar em campo o mais rápido possível. Ele vinha atuando normalmente pelo Flamengo até a semana passada e garantiu estar em condições físicas para estrear já diante do Bahia, nesta quarta-feira, no Independência, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

"A ficha já caiu. Estou pronto e espero o quanto antes ajudar meu novo time. Estou muito motivado. Se tudo correr bem e o treinador achar que posso começar a jogar, quero ficar à disposição o quanto antes. Estava jogando até a semana passada, então não tenho problema nenhum para atuar", apontou.

Ronaldinho voltou ao Brasil no início de 2011, mas desde então teve apenas lampejos do jogador que foi eleito o melhor do mundo pela Fifa em 2004 e 2005, quando ainda atuava pelo Barcelona. Em quase um ano e meio no Flamengo, colecionou polêmicas extra-campo. Até que, na última quinta-feira, ele entrou na Justiça, conseguiu uma liminar para rescindir o contrato e agora cobra aproximadamente R$ 40 milhões do clube carioca.

O Fla promete questionar a liminar e tenta impedir que o atleta atue pelo Galo. Mesmo com os problemas judiciais, o meia garantiu foco total em sua nova equipe. "Só estou me preocupando com as coisas do Atlético. O Flamengo é passado e os advogados vão resolver", disse.

Nesta segunda-feira, Ronaldinho participou de uma atividade comandada pelo técnico Cuca e celebrou a recepção que teve. "Fui muito bem recebido, já conhecia quase todos os jogadores de jogar contra, outros de jogar junto. Só tenho a agradecer o carinho dos companheiros, de todos que trabalham aqui, que me receberam bem. Nada melhor do que chegar ao clube desta forma", declarou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]