Contando com o talento de Paulo Baier, mas também com um pouco de sorte, o Goiás derrotou o Figueirense por 2 a 1 no Serra Dourada, na noite deste domingo. No fim das contas, foi um prêmio ao time que mais buscou o ataque durante os 90 minutos.

As duas equipes voltam a jogar pelo Brasileirão nesta quarta-feira. Enquanto o Figueira viaja até o Rio de Janeiro para encarar o Flamengo no Maracanã, o Goiás recebe o Atlético-PR no estádio Serra Dourada.

Persistência dá resultado

Os catarinenses entraram em campo com uma proposta bem clara desde o início: atuar na retranca, somente à espera do momento certo para surpreender no contra-ataque. Por isso, no primeiro tempo, foram raros os lances em que os anfitriões sofreram algum perigo maior. Os goianos, muito mais agressivos, contaram com um Paulo Baier em noite inspirada.

Logo aos 12 minutos, o jogador alviverde carimbou o travessão de Wilson. No rebote, Cristiano mandou de voleio para fora. Aos 19 minutos, mais pressão do Esmeraldino. Paulo Baier entrou sozinho pela direita da área, mas faltou mais capricho na hora do chute, isolado para muito longe. Aos 28 minutos, não teve jeito. De tanto insistir, Baier cobrou falta com capricho para a a área e Cristiano, de cabeça, escorou para dentro da rede: 1 a 0.

Estrela brilha novamente

O panorama da partida não mudou nada no segundo tempo. Mesmo atrás no placar, o Alvinegro pouco incomodou o adversário. E foi do Esmeraldino a primeira grande oportunidade, logo aos 5 minutos. Em lance inacreditável, Fábio Bahia ficou cara a cara com Wilson, mas conseguiu chutar em cima do goleiro alvinegro. Vale a pena conferir na lista de vídeos.

O Alviverde protagonizou uma seqüência de chances claras de gol, mas pecou na pontaria. E como quem não faz, leva... Aos 21 minutos, em uma lance de bola parada, o Figueira empatou a partida. Cobrança de falta para a área, Jean Carlos escorou livre para dentro do gol: 1 a 1. Mas aos 29 minutos, novamente a estrela de Paulo Baier brilhou. Cobrança de falta na entrada da área, a bola bate na trave, volta nas costas de Wilson e entra: 2 a 1.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]