Os organizadores da Fórmula Indy afirmaram que uma mangueira estragada atrapalhou os esforços da equipe de segurança durante a etapa do Texas, disputado no sábado (5), para apagar um incêndio no carro da piloto suíça Simona de Silvestro, que sofreu um acidente durante a disputa.

Com o problema, De Silvestro foi retirada do carro pela equipe de segurança, antes que o fogo fosse apagado. Assim, a suíça, que faz a sua temporada de estreia na Fórmula Indy, sofrer algumas queimaduras na mão direita.

Os dirigentes afirmaram, em comunicado oficial, que a equipe de segurança foi forçada a usar mangueiras reservas para apagar o fogo porque o equipamento não funcionou. E eles garantem que tudo é conferido antes do início das provas.

De acordo com a Indy, a equipe de segurança é composta por 24 funcionários treinados e, no mínimo, 14 pessoas vão aos eventos, sendo dois médicos, três paramédicos e nove bombeiros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]