i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ginástica

Lais Souza faz vaquinha virtual para pagar tratamento nos EUA

  • 16/03/2014 21:07

Apesar de contar com duas apólices de seguro, uma do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e outra da CBDN (Confederação Brasileira de Desportos de Neve), Lais Souza precisa recorrer a uma "vaquinha" virtual para poder dar continuidade aos tratamentos para se recuperar do acidente sofrido em janeiro. Na ocasião, esquiava em Salt Lake City (EUA), enviada pelo COB e pela CBDN, treinando para os Jogos Olímpicos de Sochi/2014.

A campanha foi lançada no sábado à noite, a partir de uma página no Facebook, denominada "Lais Souza", apenas. A campanha usa a hashtag #EuapoioaLais e visa arrecadar dinheiro para custear a continuidade do tratamento da atleta, internada na Unidade de Reabilitação de Lesões Medulares do Jackson Memorial Hospital, da Universidade de Miami, nos EUA. Sete semanas após o acidente, ela segue sem movimentos nos braços e pernas. Respira, fala e come sem ajuda de aparelhos. Durante a semana, o COB divulgou uma foto de Lais Souza, numa cadeira de rodas elétrica (movida pelo movimento do queixo da ex-ginasta), acompanhada da equipe médica que cuida dela. A cadeira, porém, pertence ao hospital e precisa ser devolvida quando ela receber alta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.