Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Sem dar entrevistas desde a primeira derrota do Brasil para Porto Rico, na segunda fase do Pré-Olímpico de Las Vegas, Leandrinho quebrou o jejum nesta segunda-feira e divulgou uma nota explicando os motivos de não ter falado com a imprensa. O jogador do Phoenix Suns afirmou que não houve crise entre os atletas e a comissão técnica durante a competição em Las Vegas.

- Todo o grupo, da comissão técnica aos jogadores, estava unido na busca da vaga olímpica e todos nós batalhamos muito para que ela viesse. Infelizmente não conseguimos conquistá-la - afirmou Leandrinho, negando as acusações de Marquinhos, que apontou uma revolta dos atletas contra o técnico Lula Ferreira.

Cestinha do torneio Pré-Olímpico, o camisa 10 da seleção explicou o silêncio após a decepcionante derrota para os porto-riquenhos.

- Algumas polêmicas foram levantadas e, por iniciativa própria, resolvi me resguardar para poder estar focado tão somente em meu desempenho dentro de quadra. Todos que me conhecem sabem da minha constante busca em me aprimorar na minha função, e qualquer comentário que não fosse técnico ou tático poderia me desconcentrar num dos momentos mais importantes do basquetebol brasileiro nos últimos tempos.

Jogador nega abatimento

Leandrinho diz que não se sentiu abatido em nenhum momento, e garante que só não falou com a imprensa após os dois últimos jogos do Brasil porque foi sorteado para o exame antidoping.

- Em nenhum momento meu silêncio foi um sinal de desaprovação ao que estava sendo reportado na mídia, mas sim uma maneira de me esforçar ao máximo pelo esporte e pelo país que eu tanto amo - conclui a nota.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]