Mano Menezes não é nenhum professor Pardal, mas levou Ro­­nal­dinho Gaúcho a viajar no tempo. Ao confirmar o astro do Mi­­lan como uma das novidades da seleção para o amistoso contra a Argentina, no próximo dia 17, fez com que o atleta retrocedesse pelo menos 11 anos e se transformasse de novo num garoto deslumbrado.

Vol­­tar a vestir a camisa ama­­rela provocou frio na barriga de um campeão do mundo, como se jamais tivesse sido integrante (e protagonista) desse seleto grupo.

"Sensacional!", resumiu Ro­­­­nal­­dinho ontem, no centro de trei­­namento do Milan, ao referir-se à decisão de Mano de abrir-lhe portas que estavam fe­­chadas havia quase um ano e meio. "Para mim é como se fosse a estreia", garantiu no pri­­meiro contato com a im­­prensa brasileira nos últimos dias. "A alegria é a mesma da primeira vez".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]