Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Nova Iorque – Em tempos de vacas magras, a dupla André Sá e Marcelo Melo acabou transformando-se na sensação do tênis brasileiro. E os dois tenistas mineiros não estão decepcionando. Ontem, alcançaram as quartas-de-final do US Open, com uma bela vitória sobre o sueco Jonas Bjorkman e o bielo-russo Max Mirnyi, por 6/3 e 6/4. Recentemente, Sá e Melo fizeram história no centenário torneio de Wimbledon ao vencerem o set mais longo de todos os tempos, marcando 28 a 26 em Kevin Uliyett e Paul Hanley.

Agora, coincidentemente, enfrentarão os mesmos adversários por uma vaga nas semifinais em Flushing Meadows. O objetivo atual não é repetir o elástico placar de Londres, mas somar pontos suficientes para ser a primeira dupla brasileira – depois de Carlos Kirmayr e Cássio Motta – a ganhar uma vaga no Masters Cup em novembro. Segundo os cálculos de Sá, ainda falta muito, embora existam muitas esperanças.

"Chegar às quartas-de-final aqui no US Open não será o suficiente, pois muitas duplas concorrentes conseguiram o mesmo" diz Sá. "Mas estamos na luta e acreditando. Isso é o que importa."

Para garantir um lugar no Masters Cup de Xangai a esta altura, seria necessário ganhar o título de duplas do US Open. Mas mesmo se não vier, Sá e Melo ainda podem conseguir pontos na temporada de torneios indoors, que será disputada na Europa a partir de outubro. Os brasileiros estão planejando viajar para estes torneios logo depois de defender a equipe brasileira na Copa Davis, de 21 a 23 de setembro, na Áustria.

A dupla brasileira entrou no US Open como a 15.ª do ranking. Com a classificação para as quartas-de-final, deve subir para o 12.º lugar. O prêmio pela vitória de ontem é também bastante animador: US$ 50 mil para a dupla. Se Sá e Melo vencerem a próxima rodada terão a premiação dobrada: US$ 100 mil para os semifinalistas.

Na TV: US Open, a partir das 12 h, no Sportv2, ESPN Brasil e Bandsports.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]