A decisão do Santos de mandar embora Dorival Júnior já repercute entre os treinadores pelo Brasil. Novo líder da Série B com o Coritiba, Ney Franco opinou a respeito do fato, e defendeu o colega de profissão, que foi acusado de insubordinação por estender a punição a Neymar por conta própria.

"É difícil falar sobre isso, mas, principalmente por conhecer o profissional que é o Dorival, creio que é uma escolha a se lamentar. Estou surpreso, até porque a passagem dele pelo Santos foi cheia de títulos e vitórias. Para o futebol, é uma decepção esse episódio acabar assim. Se isso se restringe ao caso do Neymar, acredito que a diretoria deles errou", cravou Ney, em coletiva após a vitória do Coxa sobre o Brasiliense, na Boca do Jacaré, por 1 a 0.

O técnico também deu apoio a Dorival, tranquilizando-o.

"Tenho certeza de que, quanto a emprego, ele não está preoupado. É o tipo de profissional que ao amanhecer já poderá estar posicionado no mercado novamente."

Comandante do Náutico, Gallo disse que foi pego de surpresa e preferiu não se envolver no caso.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]