Adriano levou um susto no momento em que desembarcou no Beira-Rio, em abril, um pouco antes do início do Brasileiro. Recém-chegado da Adap Galo, o vice-artilheiro do Paranaense-07 com 14 gols se surpreendeu quando olhou com atenção para os lados e viu o nível dos concorrentes à camisa 9 do Colorado: os campeões do mundo Alexandre Pato, Iarley e Fernandão, além de Christian, antigo ídolo da torcida.

Assustado com a pressão de jogar no primeiro "time grande" da carreira, o paulistano radicado em Maringá sofreu até para arrumar um lugar no banco de reservas nas primeiras rodadas. A sorte do atacante, contudo, começou a mudar com a substituição de Alexandre Gallo por Abel Braga no comando técnico, a contusão de Fernandão e a transferência de Pato para o Milan.

Responsável por avalizar a contratação, Abel deu a chance que Adriano precisava. Desde então, o centroavante de cabelo rastafári marcou oito gols e só saiu do time por suspensão. "Nem eu sei a explicação para ter me adaptado tão bem. Mudou da água para o vinho muito rapidamente. Sempre apostei no meu potencial, mas quando você chega a um novo time e dá de cara com feras como o Pato e o Fernandão, não tem jeito, dá um friozinho na barriga", diz ele. "E agora chegou o Nilmar para disputar posição", acrescentou, prevendo um nova batalha, para a qual ele vai bem mais experiente.

Quem é ele?

Nome: Adriano Ferreira Martins.Idade: 25 anos (21/01/1982)Local de nascimento: São Paulo (SP)Altura: 1,75 mPeso: 76 kgJogos: 18Gols: 8No Paraná: vice-artilheiro do Paranaense-07, pela Adap Galo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]