i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Brasileirão

Palmeiras vence Atlético-MG de virada em Ipatinga

  • PorAgência Estado
  • 29/08/2010 18:18

No encontro de dois dos técnicos mais vitoriosos do País, Luiz Felipe Scolari levou a melhor sobre Vanderlei Luxemburgo. O Palmeiras venceu o Atlético Mineiro, de virada, em Ipatinga, por 2 a 1, com gols de Marcos Assunção e Kléber. Neto Berola marcou o gol do time de Belo Horizonte. Esta foi a primeira vitória fora de casa do time do Palestra Itália no Campeonato Brasileiro.

O duelo, que também marcou o reencontro de Luxemburgo e Diego Souza com seus ex-companheiros do Palmeiras, ajudou a recuperar o time, que havia perdido por 3 a 0 para o Atlético Goianiense, na quinta-feira, no dia do aniversário do clube. Já o Atlético-MG segue em crise e na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Kléber, comandado por Luxemburgo em 2008 no Palmeiras, foi o destaque da equipe. Mas a vitória só saiu após Felipão alterar a equipe, que havia levado um gol aos sete minutos do segundo tempo. O técnico sacou Valdívia e Fabrício e voltou ao esquema tático 4-4-2, com Luan no ataque e Tinga no meio-de-campo. Do lado atleticano, o destaque negativo foi o goleiro Fábio Costa, que falhou no primeiro gol.

O Palmeiras ocupa provisoriamente a oitava colocação no Brasileirão, com 23 pontos. O Atlético-MG segue na zona de rebaixamento, no momento em 18º lugar, com 14 pontos. A equipe paulista volta a campo na quarta-feira contra o Fluminense, no Maracanã. Já o time mineiro enfrenta o Goiás no Serra Dourada

Após a derrota da quinta-feira, Felipão optou por um esquema mais defensivo. Armou o time no esquema 3-6-1, com três zagueiros, cinco volantes, Valdívia armando e Kléber, solitário, no ataque. Vanderlei Luxemburgo optou por escalar Diego Souza no meio-de-campo ao lado de Ricardinho, com Neto Berola e Diego Tardelli no ataque.

O resultado foi que o Palmeiras preocupava mais em se defender, e chegava com poucos jogadores ao ataque. Apesar disto, a equipe paulista teve mais oportunidades do que o Atlético-MG no primeiro tempo, principalmente por conta das boas tabelas entre Kléber e Valdívia.

O Atlético, no entanto, foi mais perigoso. Nas duas chances de gol que teve, assustou Marcos. A primeira, com Neto Berola, no primeiro lance perigoso da partida, explodiu no travessão e bateu na linha. A segunda, com Rafael Jataí, foi bem defendida pelo capitão palmeirense.

Com um jogo muito truncado no primeiro tempo, sobraram reclamações dos dois técnicos com a arbitragem. Vanderlei Luxemburgo insistia com Marcelo de Lima Henrique que Valdívia apitava a partida. Felipão dizia que o jogador chileno era caçado em campo.

No segundo tempo, o Atlético começou melhor e o primeiro gol surgiu graças a uma jogada individual de Diego Tardelli. O atacante recuou para buscar o jogo, deu belo drible em Valdívia e tocou para Serginho. O volante achou Neto Berola, que, livre, encobriu Marcos.

Felipão então mexeu no time. Sacou Fabrício e Valdívia - cansado - e mandou Tinga e Luan a campo. Em seu primeiro lance, o atacante recebeu de Kléber na esquerda, cortou para o meio e bateu. Fábio Costa largou a bola nos pés de Marcos Assunção, que empatou.

Aos 30 minutos, veio a virada palmeirense. Kléber fez bela jogada na esquerda e tabelou com Marcos Assunção. Livre, bateu na saída de Fábio Costa e saiu para o abraço. Nos 15 minutos finais, coube ao Palmeiras se defender para segurar o resultado e os três pontos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.