O técnico Roberto Cavalo conversa com dirigentes no meio do gramado do Durival Britto: problemas internos têm deixado o treinador incomodado | Walter Alves / Gazeta do Povo
O técnico Roberto Cavalo conversa com dirigentes no meio do gramado do Durival Britto: problemas internos têm deixado o treinador incomodado| Foto: Walter Alves / Gazeta do Povo

Reencontro

Ex-ídolo, Flávio volta à Vila Capanema como adversário

O torcedor paranista vai ver no gol da equipe adversária um velho conhecido. O goleiro Flávio, de 39 anos, está há quase três no América-MG, e carrega no seu vasto currículo o título de campeão estadual pelo Tricolor em 2006 e a participação como camisa 1 do clube na Libertadores do ano seguinte.

Esta será a primeira vez que Flávio enfrenta o Paraná no Durival Britto e Silva após a sua saída no fim de 2007. Desde então, defendeu apenas o Coelho e conquistou o título nacional da Série C, ano passado.

"Flávio foi o melhor goleiro com que trabalhei até hoje. Nunca costumo fazer isso, mas no jogo do primeiro turno, tanto eu, como o Juninho e o Tiago Rodrigues fomos cumprimentá-lo quando ele estava aquecendo. É um goleiro marcante onde passou. Tem um coração muito grande", afirma o preparador de goleiros Renato Secco, um dos raros funcionários do Paraná que permanecem na Vila desde o tempo de Flávio.

Paraná x América-MG

Curitiba, 21h50

Estádio: Vila Capanema. Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS). Auxs.: Alexandre Kleiniche e Carlos Henrique Selbach (RS).

Paraná: Juninho; Alessandro Lopes, Irineu e Luís Henrique; Murilo, Chicão, Luiz Camargo, Wanderson e Henrique; Kelvin e Rodrigo Pimpão.Técnico: Roberto Cavalo.

América: Flávio; Preto, Micão e Gabriel Santos; Marcos Rocha, Dudu, Leandro Ferreira, Irênio, Helton Luiz e Jean Batista; Fábio Júnior.Técnico: Mauro Fernandes.

Roberto Cavalo não virou a temporada do ano passado para a desse ano como técnico do Paraná pelos problemas financeiros do clube. Agora, faltando seis rodadas para o fim da Série B, o treinador não quer ver a dura realidade extracampo novamente atrapalhando seus planos.

Para isso, uma vitória hoje, contra o América-MG, às 21h50, na Vila Capanema, faz o Tricolor chegar aos 46 pontos e eliminar definitivamente o perigo da queda à Série C. Ficar na Segundona é o mínimo necessário para o ti­­me do Estádio Durival Britto e Silva não entrar em 2011 em caos absoluto.

Após a derrota para o Bahia, na sexta-feira, Cavalo afirmou que não havia gostado da "mobilização da semana" e que assim "estava difícil". No entanto, de­­pois de uma conversa com toda diretoria no sábado, o técnico mudou o pensamento, e já admite a permanência para a próxima temporada – o que já vem sendo negociado desde antes do clássico com o Coritiba, realizado há nove dias.

"Tem de ver se vai haver planejamento e a diretoria unida. Agora quem me trouxe e quem tem falado são o Paulo [César Silva, assessor de futebol] e o Guto [Mello, diretor de futebol]. Mas não sabemos se eles ficam no ano que vem. Tem de saber como será esse planejamento e quem vai contratar", avisa o técnico.

Antes do confronto com os baianos, os problemas que chatearam Cavalo e todo o elenco (além da quase sempre incerta situação financeira) foram as negociações para melhorias contratuais das revelações Kelvin e Henrique.

No caso de Kelvin, a direção comemorou o fato de ter ampliado a multa rescisória no contrato do prata da casa, mas, com Henrique, ainda não houve uma definição e um dos procuradores do atleta teria ido até a concentração do time na sexta-feira para tentar tirar o garoto da partida com o Bahia.

O desconforto com os problemas serviram de explicação para a "falta de foco" que acabou com as remotas chances tricolores de ainda sonhar com o acesso à elite nacional. A partir de hoje, até ma­­tematicamente, o objetivo único é evitar o rebaixamento.

"Não quero entrar em detalhes da vida dos outros (Kelvin e Henrique), prefiro falar da mi­­nha. Mas temos de nos focar nesse jogo. Esquecer o que tem de fora e espero que meus companheiros também pensem assim", diz o atacante Rodrigo Pimpão. única novidade na formação paranista após ter cumprido suspensão, ele formará dupla de ataque com Kelvin.

Ao vivo

Paraná x América-MG, às 21h50, no PFC e no tempo real da Gazeta do Povo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]