Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A garotada da seleção paranaense de natação brilhou na 46.ª edição do Troféu Chico Piscina, realizado em Mococa, no interior paulista, entre os dias 8 e 11 de outubro. No infantil, a equipe conquistou um feito inédito e se sagrou campeã, e no juvenil, o segundo lugar. Mais do que contribuir para a ótima classificação geral da equipe do estado – vice-campeã, atrás apenas de São Paulo –, a façanha da garotada fez crescer uma meta ambiciosa: brigar por uma vaga nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Com apenas 13 anos, a curitibana Rafaela Raurich colecionou feitos no interior paulista. Um dos grandes destaques da competição na categoria infantil, ela colocou no peito cinco medalhas de ouro, quebrou três recordes e teve 100% de aproveitamento, ganhando as três provas individuais que disputou. Teve ainda o melhor índice técnico dos 200 m livre. "Sempre fui muito competitiva, e quando percebi que podia estar entre as primeiras e fui subindo no ranking, comecei a me dedicar ainda mais, assim vou me destacando e acho que conseguirei um espaço ainda em 2016", ambiciona.

Já o destaque da categoria juvenil foi Sarah Marques, de 16 anos, campeã e recordista dos 50 metros livre. Atleta do Clube Curitibano desde o início de 2013, a sergipana chegou como 17.ª no ranking nacional e hoje já é a 8.ª nos 100 metros livre. "Mas não quero ser atleta de uma prova só. Me dedico muito aos treinamentos em todas as provas que disputo, assim dou o meu melhor sempre", explica.

Sarah é uma das grandes promessas da natação brasileira e tem índices e resultados expressivos para acreditar que estará nos Jogos Olímpicos em 2016. "Já estou dedicada nisso há algum tempo, e no próximo ano vou treinar ainda mais focada. Tenho confiança de estar na Olimpíada", completa.

Mesma confiança mostrada por Waldemir Saldanha, técnico da seleção paranaense: "Vários desses atletas treinam desde os nove anos e estão sendo preparados para disputarem os Jogos em 2020, mas eu tenho certeza de que pelo menos três atletas desse grupo estarão na briga já para os jogos do Rio", aponta ele, que não cansa de elogiar seus pupilos. "O que foi mais especial dessa conquista é que conseguimos estruturar uma equipe forte, um conjunto de atletas muito bom para consolidar nossa participação, fazia tempo que isso não acontecia", comemora.

Com 31 atletas, a seleção paranaense conquistou 25 medalhas, sendo 12 de ouro, 7 de prata e 6 de bronze. Nas 40 provas que foram disputadas na competição, 17 tiveram quebra de recorde, e seis foram do Paraná, com Sarah Marques nos 50 m e 100 m livre juvenil feminino e Rafaela Raurich nos 100 m, 200 m e 400 m livre no infantil feminino, além do revezamento 4 x 100 m medley infantil feminino, com Fernanda Goeij, Luiza Goeij, Rafaela Bordenousky e Rafaela Raurich.

A equipe paranaense de natação vem se destacando no Troféu Chico Piscina desde 2009, ficando com a terceira colocação por quatro anos consecutivos. No ano passado, acabou em quarto lugar, mas o esforço garantiu em 2014 o 2.º lugar geral com 368 pontos. Vice-campeonato que só foi decidido na última prova, já que o Paraná esteve na frente da equipe de São Paulo durante quase todo o torneio e foi a sensação da cidade de Mococa, fazendo frente a uma hegemonia de 14 títulos consecutivos dos paulistas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]