O treino do Paraná, inicialmente marcado para as 16 horas desta quarta-feira (24), foi cancelado. O motivo foi uma reunião da diretoria para que saísse uma definição para os salários atrasados da equipes, perto de completar três meses consecutivos de débito.

Numa sala, estavam reunidos desde o começo da tarde vários membros da diretoria Tricolor como o presidente Aquilino Romani, o conselheiro Renato Trombini e o assessor de futebol, Paulo César Silva.

A reunião deveria ter ocorrido durante a manhã, mas foi adiada para a tarde e se entendeu além do previsto.

Segundo o goleiro Juninho, os jogadores estariam prontos para treinar, mas o presidente Romani pediu para que aguardassem o final do encontro entre os dirigentes para começarem os trabalhos. As condições de tempo pioraram com uma chuva iniciando-se sobre a capital paranaense. "Ninguém vai treinar só para dizer que treinou", disse o goleiro, um dos líderes do elenco, durante a espera.

A versão foi confirmada pelo técnico Roberto Cavalo, que classificou o ocorrido como uma "situação chata".

Por volta das 18h30, os jogadores saíram da Vila Capanema sem o fim da reunião e sem o treino. Os dirigentes deverão conversar com os jogadores na quinta-feira sobre os resultados da discussão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]