Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Festa para jogadores e torcedores do Roma Apucarana no Estádio Bom Jesus da Lapa: time da cidade goleou o então líder da Divisão de Acesso e conquistou o título na rodada decisiva do certame | Christian Rizzi/ Gazeta do Povo
Festa para jogadores e torcedores do Roma Apucarana no Estádio Bom Jesus da Lapa: time da cidade goleou o então líder da Divisão de Acesso e conquistou o título na rodada decisiva do certame| Foto: Christian Rizzi/ Gazeta do Povo

Depois de golear o Foz do Iguaçu, que liderava o Campeonato Pa­­ra­­naense da Divisão de Acesso, por 4 a 0, em casa, nesse domingo, o Ro­­ma Esporte Apucarana conquistou o primeiro lugar da Se­­gundona e disputará a elite do fu­­tebol paranaense em 2011. O atacante do time, Fábio, levou a artilharia deste ano, com um saldo de 17 gols. A segunda vaga ficou com o Arapongas, que estava há 20 anos fora da Primeira Divisão e venceu o São José por 2 a 0, no Estádio Municipal dos Pássaros, em Arapongas.

A disputa entre Foz e Roma reuniu mais de 6 mil torcedores no Estádio Bom Jesus da Lapa, em um início de jogo bastante truncado. O Azulão segurava o empate. O primeiro gol saiu perto do fim da primeira etapa, em um lance de contra-ataque, com Daniel Mar­­ques, do Roma, abrindo o placar.

Os outros três gols do jogo vieram no segundo tempo: Rogerinho, aos 21 minutos, de pênalti; Warley, aos 26 minutos; e Paulo Sérgio, aos 42 minutos. "O resultado não era esperado. Nós lutamos muito pela vaga", disse o presidente do Roma, Sérgio Kowalski, no fim da tarde de ontem. O time estava há três anos na Divisão de Acesso.

Já o diretor administrativo do Foz, Arif Osman, disse que o time se desestruturou no fim do primeiro tempo, com o primeiro gol do Roma e a expulsão do zagueiro Mário. "Na segunda etapa tu­­do desandou".

Arapongas

Depois de 20 anos na Divisão de Acesso, o time levou a segunda va­­ga para a Primeira Divisão e também a segunda colocação na artilharia do campeonato, com os 11 gols do centroavante Baiano. "Tu­­do correu como planejado. Es­­tá­­vamos com um time forte e já esperávamos esse resultado", disse o gerente de futebol do Ara­­pongas, Sidclei Martins Menezes, do alto de um caminhão do Corpo de Bombeiros. Cerca de 60 mil pessoas comemoraram o resultado do time nas ruas de Arapongas.

"No estádio também foi uma loucura. A capacidade era de 6 mil pessoas, mas havia 9 mil durante o jogo. Nunca vi um apoio tão grande co­­mo o da cidade de Ara­­pongas a um time". Os dois gols do jogo foram do centroavante Diogo, um no primeiro tempo e outro no segundo.

W.O.

O Campo Mourão não compareceu ao Estádio do Café neste do­­mingo, em Londrina, onde de­­ve­­ria enfrentar a Portuguesa Lon­­dri­­nense. O ônibus da equipe quebrou próximo de Maringá e o time não conseguiu chegar a tempo. Pe­­lo artigo 35 do regulamento da com­­petição, o time que causar W.O. (walk over) será considerado derrotado pelo placar de 3 a 0.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]