Para bater o recorde particular de vitórias seguidas no Campeo­nato Paranaense, o Coritiba terá de superar uma equipe que ainda não perdeu um único ponto em seu estádio. O Paranavaí venceu as três partidas que disputou como mandante na competição (3 a 1 no Iraty, 2 a 1 no Engenheiro Beltrão e 2 a 1 no Serrano), retrospecto decisivo para a terceira me­­lhor campanha do torneio até agora.

Contudo, a principal peça desse bom começo estará fora do jo­­go de hoje à noite. O meia Rilber, artilheiro da equipe com quatro gols, está fora, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Situação suficiente para o técnico Itamar Bernardes fazer o que mais gosta: esconder a escalação. Oficial­mente, ele está indeciso entre Duda e Marcos Goiano – o primeiro deve ser o escolhido.

A movimentação na cidade é grande para o jogo. Mais de 1,5 mil ingressos foram vendidos antecipadamente no sábado. A previsão é de que a carga promocional, com 50% de desconto, seja esgotada até as 16 horas. Espera-se mais de 6 mil torcedores no estádio. Entre os jogadores, a expectativa também é elevada.

"Temos de ter bastante atenção contra o Coritiba, mas a obrigação é da gente, jogamos em casa. Vamos respeitar o Coritiba, mas até começar o jogo, sabemos de nossas qualidades e temos condições de vencer", afirmou o vo­­lante Carlos Lima, ao jornal Diário do Noroeste. "Temos um bom elenco, não é novidade ne­­nhuma estar neste lugar", acrescentou o lateral-esquerdo Roge­rinho.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]