Detalhe da garrafa de whisky que foi vendida pelo equivalente a R$ 110 mil | Reprodução
Detalhe da garrafa de whisky que foi vendida pelo equivalente a R$ 110 mil| Foto: Reprodução

Soldado quer título de presente

Xangai – A soldado Kerstin Stegemann adiaria a comemoração de seu 30.º aniversário, ontem. Deixou a champanhe no gelo e aposta que hoje ganhará seu tão esperado presente: vencer o Brasil na decisão da Copa do Mundo em Xangai e levar a Alemanha ao segundo título consecutivo na competição. "Para dizer a verdade, não imagino nada melhor (do que ganhar a Copa)", disse a lateral, que jogou 167 vezes pelo seu país. Depois da Copa, Kerstin volta para o quartel, onde se preparará para defender a Alemanha nos Jogos Mundiais do Exército, na Índia, em outubro.

A classificação inédita à final da Copa do Mundo, com direito ao triunfo sobre o poderoso time dos Estados Unidos, garantiu ao Brasil a força necessária para o jogo de hoje, encarado como um duelo entre Davi e Golias. Atual campeã mundial, a Alemanha é muito respeitada pela goleira paranaense Andréia Suntaque. Uma das mais experientes da seleção, ela comentou por e-mail a façanha contra os EUA, a admiração pelo talento da Marta e o desejo de realizar o sonho do título.

O que ajudou o Brasil mudar a história contra os EUA, o eterno algoz?O jogo começou no dia anterior, quando o técnico norte-americano Greg Ryan deu algumas declarações [acusou a equipe brasileira de ser desleal], o que não era correto. Depois, ele ainda decidiu trocar as goleiras [Hope Solo por Briana Scurry] e arriscou demais. Para nós, foi ainda mais motivação. Antes mesmo da partida, nossa alegria tomou conta do vestiário. Percebíamos nos olhos das outras a confiança e sentimos que poderíamos ganhar. Vocês viram o resultado. Foi uma grande vitória

Qual impacto que uma goleada como aquela e a classificação inédita podem ter sobre o futebol feminino?Acho que fará terem mais confiança em nosso grupo, que sempre foi desacreditado. Apesar de o Brasil não ter uma competição nacional, mostramos que podemos estar em uma Copa do Mundo e chegar na final. Acho que depois tudo isso, vão pensar bem no que fazer com o futebol feminino. Não precisamos mais de palavras.

O mundo todo se encantou com a atuação da Marta. Qual a sua avaliação?Marta, nossa camisa 10. Todas as seleções gostariam de tê-la, mas ela é nossa, ela é brasileira. Humilde, alegre, amiga e a melhor do mundo. O que mais posso dizer?

O que esperar desta final?Será um grande jogo. A Alemanha é uma seleção forte, com jogadoras altas que têm habilidade. Elas são perigosas nas bolas aéreas e taticamente quase perfeitas. Será um duelo de Davi contra Golias. Mas para ser campeã temos de passar pelas melhores e faremos isso. Acreditamos em nosso grupo e só queremos esse título. É nosso sonho que esta quase sendo realizado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]