Mesmo sendo quase estreante em Libertadores - havia disputado a competição uma única vez, no distante ano de 1988 -, o Sport mostrou equilíbrio contra o Colo Colo, nesta quarta-feira, em Santiago, venceu por 2 a 1 e assumiu a liderança do Grupo 1, o mesmo do Palmeiras, com três pontos, ao lado da LDU, do Equador.

Um gol logo aos 6 minutos do primeiro tempo deu tranquilidade ao time de Nelsinho Baptista, que pôde controlar a pressão dos chilenos no primeiro tempo. Ciro, destaque da equipe no Campeonato Pernambucano e que corria o risco de não jogar, abriu o placar. Moacir desceu pela direita e levantou na área chilena, Paulo Baier escorou e Ciro apareceu por trás da zaga, tocando na saída do goleiro Muñoz.

Aos 44, foi a vez de Ciro dar uma de garçom. Em grande jogada pela direita, o atacante bateu Riquelme e rolou para o ex-corintiano Wilson bater na saída do goleiro chileno.

O segundo tempo começa com o Sport administrando o placar e o Colo Colo tentando descontar a todo custo. O jogo se tornou violento, com farta distribuição de cartões amarelos. Mesmo não jogando bem, o Colo Colo descontou aos 25 minutos com o atacante argentino Lucas Barrios. Mas ficou nisso.

OUTRO JOGO - Em Assunção, o Nacional, do Uruguai, venceu o seu homônimo paraguaio por 3 a 0 e assumiu a liderança do Grupo 3, o mesmo do River Plate, com seis pontos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]