Nome preferido dos cartolas, o técnico Tite, atualmente nos Emirados Árabes, recusou oficialmente ontem proposta da diretoria do Corinthians para assumir o comando da equipe, que hoje, contra o Santos, será dirigida mais uma vez pelo interino Zé Augusto. O que impediu negociação é que o treinador já recebeu de seu clube, o Al-Ain, cerca de US$ 1 milhão em forma de adiantamento. Para se desligar dos árabes, Tite teria de devolver a quantia. "Infelizmente, não podemos contratar o Tite. Ele está fora", afirmou o vice de Futebol do Corinthians, Antoine Gebran, alegando que o clube não tem como pagar esse valor para tirar o treinador do Al-Ain. Mário Sérgio, do Figueirense, e Márcio Bittencourt, do Juventus, estão descartados para assumir o Corinthians.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]