Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Uma triste cena aconteceu na noite desta quarta-feira, no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. A delegação do Internacional desembarcava vinda de Brasília, após a homenagem que o clube recebeu do presidente Lula pelo título mundial de 2006, quando encontrou torcedores do Grêmio que esperavam pela chegada do novo goleiro, o argentino Saja. Os integrantes da diretoria do Inter foram reconhecidos e agredidos, segundo informa o ClicRBS.

"Foi um tumulto desnecessário. As pessoas têm que aprender a conviver pacificamente. Eu acabei levando um chute e um safanão na cabeça. Com o Vitório, aconteceu a mesma coisa", disse Fernando Carvalho.

"Foi uma covardia. Eu espero que o aeroporto tenha imagens para que seja possível identificar os torcedores", lamentou Vitório Píffero.

O ex-presidente do Inter, Arthur Dallegrave, também foi agredido. Para ele, o gesto mostra o sentimento da torcida gremista após um ano de sucessos do Inter.

"Esta torcida ensandecida, composta por vândalos. Eles têm ciúmes das nossas conquistas."

O vice-presidente do Grêmio, César Pacheco, chegou minutos depois do acontecido e reprovou o gesto da torcida do Tricolor gaúcho no Salgado Filho.

"Isto é um caso para a polícia investigar. O verdadeiro torcedor do Grêmio não pode vir ao aeroporto esperar pelo novo reforço que o Grêmio está trazendo e fazer uma coisa destas com os dirigentes do Inter."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]