Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Os titulares Lucas Di Grassi e Timo Glock (ao fundo) e o reserva Luís Razia: primeira novata com o carro apresentado | Divulgação/ Virgin Racing
Os titulares Lucas Di Grassi e Timo Glock (ao fundo) e o reserva Luís Razia: primeira novata com o carro apresentado| Foto: Divulgação/ Virgin Racing

Testes

Alonso chega como o melhor da semana

Agência Estado

A estreia de Fernando Alonso na Ferrari levou 36.400 torcedores ao Circuito Ricardo Tomo, em Valencia, para o terceiro dia de testes coletivos. E o bicampeão mundial não decepcionou seus fãs. Com o tempo de 1min11s722, cravou o melhor tempo do período em Valencia. Ainda assim, pediu calma. "Hoje apenas dá para dizer que dispomos de um carro resistente para terminar as corridas. É fácil de pilotar, sim, mas vamos esperar os testes de Jerez para conhecer melhor nosso potencial", afirmou. "Meu primeiro dia na Ferrari foi carregado de emoção, é incrível a atmosfera da equipe."

Os treinos em Jerez ocorrem de 10 a 13 deste mês. Será um tira-teima para verificar se a Ferrari realmente está mesmo à frente dos rivais como deu a entender. Mercedes e McLaren despontam como principais antagonistas da escuderia italiana. Ainda há a Red Bull, que irá apresentar seu modelo 2010 somente em Jerez.

A Virgin Racing, do piloto bra­­sileiro Lucas di Grassi, celebrou uma vitória ontem ao se tornar a primeira equipe completamente nova da Fórmula 1 a apresentar seu carro para a temporada de 2010, uma má­­quina desenvolvida como ne­­nhuma outra. A equipe britânica optou por uma abordagem totalmente digital, de­­sen­­volvendo seu carro no computador em vez de usar o tú­­nel de vento, opção mais cara.

"O carro simplesmente parece fantástico", disse Di Grassi, enquanto posava em frente ao VR-01 preto e vermelho em um estúdio fotográfico, antes do lançamento do carro pela Internet.

O alemão Timo Glock, que fará os primeiros testes com o novo carro por dois dias em Silverstone antes de a equipe se juntar a outras escuderias para sessões de testes em Jerez, na Espanha, concordou. "A primeira reação ... é de que é um carro realmente bom", disse o ex-piloto da Toyota. "Acho que temos algumas boas ideias para o carro. Para mim, é uma base sólida de início para nós começarmos a testar. O desenvolvimento já é bastante bom e agora temos que trabalhar na velocidade."

O chefe da equipe, John Booth, que garantiu a entrada da Manor Grand Prix na Fórmula 1 como uma das quatro equipes totalmente novas na categoria este ano, antes de fechar uma parceria com o Virgin Group, do empresário Richard Branson, disse que a apresentação do carro era o fim de uma jornada muito emocionante. "Estou imensamente orgulhoso... Quando ele saiu da oficina ontem (segunda-feira), em toda a sua glória, foi um momento muito especial", disse.

O diretor técnico Nick Wirth disse que juntar uma equipe e desenvolver um carro novo do zero em um cronograma tão curto foi uma "tarefa épica". "A outra coisa fantástica, que não é óbvio hoje, é que quando descarregamos o caminhão ontem, eu recebi um telefonema com a notícia de que passamos no último teste de acidente, então o carro está totalmente homologado e preparado", disse. "Então é um trabalho espetacular que todos fizeram para chegar a esse ponto dentro do prazo e do orçamento", acrescentou.

Wirth prometeu que o carro será constantemente desenvolvido ao longo da temporada, assim que ele correr de maneira confiável. "Somos uma equipe de cor­­ri­­da séria, com ambições sérias, então não tentaremos correr an­­tes que possamos andar", disse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]