Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Era uma vez um presidente muito jovem que assumiu o poder num país sul-americano. Ele tinha duas missões principais: acabar com os marajás (casta de privilegiados do funcionalismo público) e matar o dragão da inflação. Para essa segunda missão, ele chamou para seu conselho ministerial uma acadêmica de 36 anos chamada Zélia. A fim de acabar com a inflação que assolava o país, Zélia, a Jovem, teve uma ideia brilhante: diminuir a circulação de dinheiro no país. Assim, certo dia ela foi à TV e anunciou: todos que tivessem mais de 50 mil cruzeiros (cerca de US$1250) no banco ficariam com o excedente retido. Ou melhor, confiscado. É esse conto de fadas com final nada feliz que o documentário “O Confisco”, disponível na HBO Max, aborda. E é sobre este documentário que falaremos no Quarentena Cult 79, com a participação especial de Leandro Narloch.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]