Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Série Vizinhos do verde

Novas obras em bairro antigo

Imediações do Parque Bacacheri atrai novos empreendimentos. O mercado aquecido mantém preço acima de R$ 2 mil o metro quadrado

  • Daliane Nogueira
Arredores do Parque Bacacheri: espaço para construção de prédios e conjuntos de sobrados |
Arredores do Parque Bacacheri: espaço para construção de prédios e conjuntos de sobrados
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Novas obras em bairro antigo

Próximo a uma das avenidas mais movimentadas da região norte de Curitiba está localizado o Parque Bacacheri, uma referência no bairro que é um dos mais antigos da capital. Levantamento do Ins­tituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) mostra que por volta de 1870 formou-se a Colônia Argelina, com franceses originários da Argélia. A eles se uniram alemães, suíços, suecos, ingleses e italianos. O bairro tinha como característica ser passagem para a Estrada da Graciosa, que leva ao litoral do Paraná. “Muitas famílias que vivem no bairro, estabeleceram-se na região para iniciar atividades comerciais devido ao fluxo de passagem. Há residências antigas, que começam a dar espaço para novas construções, de prédios e conjuntos de sobrados”, diz o corretor da imobiliária Polatti & Cordeiro, Almir Cordeiro. A empresa dispõe de uma área com essa característica no número 1.971 da Rua Nicarágua, que dá acesso ao parque. O terreno tem 2.600 metros quadrados e há uma casa de 200 metros quadrados, com mais de 50 anos de construção. “Como o terreno admite a construção de até seis pavimentos é provável que haja interesse maior por parte de construtoras”, diz Cordeiro. O imóvel custa R$ 2,6 milhões.

O aquecimento do mercado imobiliário na região se confirma no número de imóveis novos e em construção. A reportagem da Gazeta do Povo encontrou um prédio e um conjunto de sobrados em construção na região. Os sobrados ficam na Rua Roberto Lambach e, segundo a imobiliária JBA, estão todos vendidos. Na Rua Marechal Trompowski, está em fase final de construção o edifício Saint George, da Construtora Atenas. Há cinco unidades à venda pela Amilton Peres Imóveis. São apartamentos de três dormitórios, com área total média de 140 metros quadrados e que custam a partir de R$ 326 mil. “O perfil da região é de apartamentos de dois e três quartos e o preço de metro quadrado para imóveis novos fica entre R$ 2 mil e R$ 2.300”, diz a corretora, Rosana Souza.

No entorno do Parque Bacacheri há também dois imóveis à venda. Na Rua Doutor Eurico César de Al­­meida, uma casa é negociada pela Hartmann Imóveis. A proprietária do imóvel, Carolina Mello, explica que a re­­gião ganhou em segurança depois da transformação da área verde em parque. “A presença de mais pessoas circulando e de um posto da Guarda Municipal ajuda a prevenir a ocorrência de assaltos. Optei por vender a casa apenas porque ficou grande demais para a família.” A residência, com quatro quartos, tem 258 metros quadrados e fica em um terreno de 484 me­­­tros quadrados. A imobiliária negocia o imóvel por R$ 490 mil. A outra opção residencial é um apartamento na Rua Nicarágua, negociado pela imobiliária Galvão. O imóvel tem três dormitórios, área total de 170 metros quadrados e custa R$ 350 mil.

Apesar dos vários centros comerciais, há poucas opções não ocupadas. No entorno do parque há dois imóveis para locação. A Apolar ad­­ministra uma casa preparada para instalação de consultórios, no nú­­mero 1.880, da Rua Nicarágua. São 200 metros quadrados por R$ 2.800 mensais. A outra opção é um terreno de 360 metros quadrados, com um escritório de 130 me­­tros quadrados, na Rua Canadá. O aluguel do imóvel, administrado pela JLA Imó­­veis, é R$ 2 mil mensais.

Próximo domingo: Parque Barreirinha

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE