i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
FOTOGRAFIA

O olhar dos alunos

  • PorInstituto GRPCOM
  • Curitiba
  • 08/05/2019 18:09
O olhar dos alunos
| Foto:

Nós dependemos diretamente da natureza para a nossa sobrevivência. Dessa forma, o comportamento padrão deveria ser de preservação, com o uso consciente e sustentável dos nossos recursos naturais, como maneira de prevenir hoje, o amanhã. No entanto, nossas ações, diversas vezes, acabam mais prejudicando do que protegendo o nosso planeta. E a natureza responde àquilo que o homem interfere em seu processo, com eventos climáticos extremos e fenômenos, como o aquecimento global, que se agravam a cada dia.

De acordo com matéria publicada na Gazeta do Povo, muitas organizações ao redor do mundo estão tentando trabalhar em prol da reversão desse cenário. Revendo seus processos de produção, substituindo os recursos utilizados, como uma tentativa de preservar a nossa biodiversidade. A biológa Betina Bruel, autora do artigo, ainda menciona sobre as Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPN), que são áreas de conservação privadas, de pessoas que pensam em proteger áreas naturais para garantir o desenvolvimento da sociedade.

A escola deve ser um espaço para a análise, reflexão e discussão. Mais do que seguir o currículo, os alunos devem relacionar as práticas pedagógicas com a realidade. Foi pensando nisso, que a professora Larissa Fontana, participante do Ler e Pensar 2019, da Escola Municipal CEI Bela Vista do Paraíso, desenvolveu um projeto com os alunos do Ensino Fundamental 1 (1º ao 5º ano), para que eles pudessem compreender o que é a biodiversidade, ou seja, a variedade de seres vivos existentes no planeta.

Mãos na massa, ou na câmera

A leitura do artigo foi o ponta pé inicial para a ação. De forma interdisciplinar e lúdica, a professora relacionou conteúdos de ciências, linguagens e arte. Os alunos foram levados até a horta comunitária da escola. Lá, eles puderam conversar sobre as experiências que já tiveram naquele local, se já haviam visitado ou ajudado a cuidar e sobre a importância da preservação.

Cada aluno foi incentivado a “olhar” para a horta, com os mais diversos tipos de plantas.  Com a ajuda da professora, eles fotografaram, no ângulo que quisessem, o que mais os chamou a atenção. Finalizadas as fotos, eles voltaram para a sala de aula, para conversar sobre a experiência e o a ressignificação da biodiversidade. O projeto foi uma forma de promover a conscientização a toda a comunidade escolar, já que as fotos foram utilizadas no jornal da escola.

A professora afirma que a atividade trouxe bons resultados. Os alunos puderam perceber como podem ajudar a cuidar da natureza e o impacto que as fotos que eles fizeram surtiram aos olhos das outras pessoas, na promoção de atitudes responsáveis.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.