pelosi
Presidente da Câmara dos EUA, a democrata Nancy Pelosi.| Foto: Alex Wong/Getty Images/AFP

A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, a democrata Nancy Pelosi, e o líder da minoria democrata no Senado do país, Chuck Schumer, afirmaram estarem dispostos a chegar a um meio-termo com o Partido Republicano sobre as negociações do pacote de auxílio financeiro na pandemia, mas acusaram os opositores de não estarem colaborando. Durante entrevista coletiva, as autoridades fizeram críticas duras ao governo do presidente Donald Trump.

"Ontem, oferecemos a eles cortar US$ 1 trilhão da nossa proposta se eles acrescentassem US$ 1 trilhão à deles", relatou Pelosi, dizendo que a administração Trump não aceitou a ideia. "Podemos reduzir nossa proposta, mas não minar nossas prioridades", afirmou, acrescentando que o que os republicanos propõem medidas insuficientes, enquanto o governo fala em tratar a questão a partir de decretos executivos.

Trump tem insistido em reabrir escolas no outono local, que começa em 22 de setembro. Para os democratas, porém, o governo não está dando instrumentos para que isso ocorra com sucesso, como mais verbas para testagem, rastreamento de infectados e tratamento adequado para a Covid-19. Segundo o senador democrata, reabrir escolas agora seria pior para a economia, pois aumentaria o número de casos, se não houver uma estrutura adequada.

Schumer afirmou que o relatório de empregos de julho, divulgado mais cedo, mostrou que a economia americana "está perdendo fôlego", o que torna urgente a necessidade de mais estímulos. "Os decretos do presidente não serão suficientes para apoiar nosso povo", afirmou, dizendo que os republicanos podem chegar a um consenso com a oposição e conseguir uma "lei forte" ou agir com "decretos insuficientes".

Pelosi comentou que a proposta máxima dos democratas havia sido de US$ 3,7 trilhões, lembrando que o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, disse aos congressistas para "pensarem grande" agora, mas completou que há disposição para buscar um meio-termo. Schumer, por sua vez, criticou os republicanos por relutarem em dar mais verba para garantir que os estados realizem eleições de forma adequada, apoiando também o voto pelo correio como opção para o quadro atual da pandemia. "Eles praticamente parece que não querem realizá-la [a eleição]", pontuou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]