Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O número 2 da Al Qaeda, Ayman al Zawahri, afirmou no sábado que uma organização líbia se uniu à rede islâmica e pediu aos mujahideen do norte da África que derrotem os líderes da Líbia, Tunísia, Argélia e Marrocos.

"Hoje, com a graça de Deus, a nação muçulmana presencia um passo bendito... honoráveis membros do Grupo Combatente Islamita na Líbia anunciaram que se unem ao grupo Al Qaeda para continuar a marcha de seus irmãos", disse Al Zawahri em uma gravação divulgada publicamente no sábado, em um site na Internet.

"Ó nação da jihad, apóia a teus filhos para que derrotemos nossos inimigos e livremos nossa terra de seus escravos", acrescentou Al Zawahri citado os líderes de quatro países do norte da África.

Al Zawahri apresentou outro orador que identificou por um pseudônimo, Abu al Laith, insinuando que era o líder do braço líbio da Al Qaeda. A Líbia é um país exportador de petróleo membro da Opep.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]