i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
ataque

Atentado a bombas em mercado na Nigéria mata ao menos 20

A polícia local acredita que as três terroristas que se explodiram em um mercado eram mulheres. A cidade onde ocorreu o ataque é o local de nascimento do grupo extremista Boko Haram

    • Maiduguri, Nigéria
    • Estadão Conteúdo
    • 17/02/2018 09:45
    Além dos mortos, dúzias de pessoas ficaram feridas no mercado em Konduga, na saída da capital do país, Maiduguri | Pixabay
    Além dos mortos, dúzias de pessoas ficaram feridas no mercado em Konduga, na saída da capital do país, Maiduguri| Foto: Pixabay

    Um trio de terroristas suicidas se explodiu em um lotado mercado de peixes no norte da Nigéria, matando pelo menos 20 pessoas, informou a polícia local. O porta-voz da polícia do Estado de Borno, Joseph Kwaji, confirmou o ataque da sexta-feira (16).

    A polícia acredita que todos os suicidas eram mulheres. Dúzias de pessoas ficaram feridas no mercado em Konduga, na saída da capital do país, Maiduguri. A cidade é o local de nascimento da insurgência extremista do grupo Boko Haram e tem sido um alvo frequente.

    O Boko Haram continua a levar a cabo atentados suicidas mortais no estado de Borno e em outras partes do norte da Nigéria, como parte de sua campanha violenta para estabelecer um estado islâmico na nação da África Ocidental.

    Os extremistas têm usado cada vez mais mulheres e jovens como bombardeiros, muitas vezes depois de serem abduzidos e doutrinados.

    Com informações da Associated Press.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.