Pelo menos 61 pessoas morreram, entre elas 44 jihadistas, e 19 ficaram feridas em diferentes enfrentamentos e atos de violência neste domingo em distintas cidades do Iraque, informaram fontes de segurança do país.

O chefe da polícia da província de Diyala, ao nordeste de Bagdá, Jamil al-Shammari, disse em comunicado que suas forças, apoiadas por combatentes tribais e voluntários xiitas, libertaram oito povoados ao norte de Al Maqdadiya, 40 quilômetros ao nordeste de Baquba, capital da província. Conforme informou, as forças nacionais mataram 35 homens armados durante a libertação dessas aldeias, sob a cobertura de bombardeios aéreos da aviação iraquiana.

Uma fonte de segurança da província de Al-Anbar, ao oeste de Bagdá, informou à Agência Efe que pelo menos 12 policiais e voluntários xiitas morreram e outros sete ficaram feridos em um ataque do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) em Al Jasafa, perto de Haditha, 180 quilômetros ao oeste da cidade de Ramadi, capital da província ocidental de Al-Anbar.

Segundo esta fonte, quatro jihadistas morreram e outros três foram detidos neste ataque.

A fonte acrescentou que cinco jihadistas pereceram e outros 12 ficaram feridos em choques com as forças iraquianas no sul da cidade de Faluja, 50 quilômetros ao oeste de Bagdá.

De acordo com ela, o EI decapitou hoje dois civis em Hit, 60 quilômetros ao oeste de Ramadi, acusados de colaborar com as forças de segurança iraquianas.

Além disso, os jihadistas executaram com tiros três antigos oficiais da polícia iraquiana em uma praça pública na cidade de Tikrit, capital da província de Saladino, ao norte de Bagdá, após ser acusados pelo EI de formar uma célula secreta para lutar contra o grupo.

Hoje também, pelo menos 12 pessoas morreram e 37 ficaram feridas em três explosões em Bagdá, duas delas contra restaurantes.

Segundo dados do governo iraquiano, mais de 15 mil pessoas morreram e 22 mil ficaram feridas por causa dos ataques terroristas e outros atos de violência no país no ano passado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]