Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | /
| Foto: /

A cidade de Barcelona retirou da praça Antonio López estátua homônima, que homenageava o empresário que comercializava e traficava escravos no século 19. O monumento ao marquês de Comillas (nome de cidade e vila no norte da Espanha) foi retirado por um guindaste da prefeitura. 

A ação do Conselho Municipal de Barcelona encerrou um pedido histórico de organizações e movimentos civis que pediam a retirada da estátua do empresário que fez fortuna com o tráfico negreiro.

“A remoção da estátua é uma reivindicação de muitas entidades e é uma maneira de reconhecer muitos grupos nesta cidade lutando contra o racismo e a xenofobia”, disse o primeiro vice-prefeito, Gerardo Pisarello. “Uma cidade moderna e europeia que quer ser reconhecida como uma cidade de refúgio não pode honrar uma pessoa com as características de Antonio López”.

A estátua será transferida para o Centro de Coleções do Museu de História de Barcelona (MUHBA), onde será guardado com o resto do patrimônio da cidade. 

A prefeita de Comillas, Maria Teresa Noceda, escreveu uma carta a Ada Colau, prefeita de Barcelona, para dizer que considera o gesto “sem sentido”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]