• 05/12/2019 22:15
Reformas

Governo do Chile apresenta proposta para reduzir o número de deputados e senadores

  • 05/12/2019 22:15
  • PorGazeta do Povo
    Polícia de choque usa jatos d’água contra manifestantes em Santiago, 4 de dezembro de 2019
    Polícia de choque usa jatos d’água contra manifestantes em Santiago, 4 de dezembro de 2019| Foto: JAVIER TORRES / AFP

    O governo do presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou nesta quinta-feira (5) que apresentou ao Congresso uma medida para reduzir o número de deputados e senadores no país, em mais uma iniciativa para atender as demandas dos manifestantes que protestam há semanas em cidades chilenas. O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Felipe Ward, afirmou que a medida permitirá uma economia anual de cerca de $ 5 bilhões de pesos (cerca de R$ 26 milhões).

    A medida reduz o número de parlamentares para 120 deputados e 40 senadores, mantendo o número de 28 distritos eleitorais e 16 circunscrições, explicou Ward. Atualmente, o Senado é composto por 43 membros, mas passaria a ter 50 em 2022, quando entraria em vigência a última etapa de uma reforma do sistema feita em 2015. A reforma aprovada pelo governo Bachelet aumentou de 38 a 50 a quantidade de senadores, e de 120 para 155 o número de deputados. Ou seja, se a reforma proposta pelo governo de Piñera for aprovada, o país reduzirá em 45 o número de parlamentares. O projeto passaria a valer a partir das próximas eleições parlamentares de 2021.

    Pelo Twitter, Piñera considerou esse um avanço para a "modernização do Estado" e disse que a medida também incluirá outros poderes.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.