i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Na Indonésia

Candidato derrotado pedirá impugnação do resultado das eleições

Prabowo Subianto está preparando um recurso para apresentar ao Tribunal Constitucional e que pedirá a formação de uma comissão que investigue suas denúncias de "fraude eleitoral em massa"

  • PorEfe
  • 23/07/2014 05:35

O candidato derrotado nas eleições presidenciais da Indonésia, Prabowo Subianto, impugnará os resultados, anunciou nesta quarta-feira (23) seu porta-voz, um dia depois que a comissão eleitoral proclamou seu oponente, Joko Widodo, como ganhador.

O porta-voz, Tantowi Yahya, disse em entrevista coletiva que o comitê de campanha de Prabowo está preparando um recurso para apresentar ao Tribunal Constitucional e que pedirá a formação de uma comissão que investigue suas denúncias de "fraude eleitoral em massa".

Segundo Tantowi, durante a votação de 9 de julho houve irregularidades em 50 mil mesas eleitorais e problemas na apuração, mas admitiu que não sabe qual candidato foi o mais prejudicado.

A comissão eleitoral proclamou ontem Joko Widodo, conhecido como Jokowi, como vencedor das eleições com 53,15% dos votos contra 46,85% de seu único rival.

Prabowo, ex-genro do ditador Suharto e relacionado com casos de violações dos direitos humanos, acusou a comissão eleitoral de agir de forma injusta e classificou as eleições como não democráticas antes de abandonar a apuração, horas antes do anúncio dos resultados.

Tantowi detalhou que Prabowo só se retirou do processo de apuração dos votos, mas que mantém sua candidatura, e pediu à comunidade internacional que se abstenha de enviar felicitações até que o processo seja concluído.

Após a divulgação dos resultados, Widodo foi felicitado pelos primeiros-ministros da Malásia, Najib Razak; Cingapura, Lee Hsien Loong; e Austrália, Tony Abbott, além do secretário de Estado dos EUA, John Kerry, entre outros.

O parceiro eleitoral de Prabowo e candidato à vice-presidência, Hatta Rajasa, adotou uma posição distinta e prometeu respeitar o resultado final.

O presidente eleito fez um pedido para construir "uma Indonésia mais unida e forte" em seu primeiro discurso, após ser proclamado ontem à noite o vencedor das eleições.

Esta foi a terceira vez que os indonésios elegeram o chefe de Estado por voto direto através de eleições presidenciais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.