O parlamento regional catalão decidiu ontem por maioria pedir a Madri que autorize o governo da Catalunha realizar o referendo de autodeterminação anunciado para novembro por Artur Mas, o presidente nacionalista da grande região do nordeste da Espanha. Ainda ontem, dissidentes do Partido Popular, partido do primeiro-ministro, Mariano Rajoy, criaram um novo partido conservador. Por 87 votos a favor, 43 contra e três abstenções, os deputados do parlamento regional, com sede em Barcelona, aprovaram a proposta de lei pedindo a Madri que delegue ao governo catalão a capacidade de autorizar, convocar e organizar um referendo sobre o futuro político da região.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]