Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Caracas – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou ontem que, se nos próximos três meses, os Congressos de Brasil e Paraguai não ratificarem o processo de adesão de seu país ao Mercosul, ele desistirá da idéia de entrar no bloco. "Se não for feito em três meses, nos retiraremos por dignidade, porque consideramos uma falta de respeito", afirmou ele, em um discurso transmitido em cadeia de rádio e televisão. Chávez reiterou que a Venezuela quer outro sistema de integração na América do Sul. Em uma parte do discurso, ele referiu-se diretamente ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Nós não desistimos do Mercosul, insistimos em que mude."

O venezuelano voltou a responsabilizar alguns setores do Congresso brasileiro pelo atraso no processo de ratificação da entrada de seu país no Mercosul. "Vamos esperar até setembro. Não esperaremos mais, porque os Congressos do Brasil e do Paraguai não têm razão política nem moral para não aprovar nossa entrada. Se não o fizerem, vamos nos retirar até que haja novas condições."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]