Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
china coronavírus
China aumenta vigilância de seus cidadãos devido à epidemia de coronavírus| Foto: Divulgação/China/AFP

Em várias cidades da China, governos locais estão instalando câmeras de monitoramento em frente a casas de cidadãos em quarentena para vigiá-los durante o período de isolamento, revelou uma reportagem da CNN. Em alguns casos, as câmeras são instaladas dentro das residências.

A informação se baseia em entrevistas e postagens nas redes sociais. Em 16 de fevereiro, cita a reportagem, uma publicação do gabinete de um subdistrito chinês na plataforma Weibo - similar ao Twitter - informou que câmeras haviam sido instaladas do lado de fora da entrada das casas das pessoas em quarentena para monitorá-las 24 horas por dia.

Autoridades de um distrito de Hubei também disseram que estavam usando câmeras de monitoramento para vigiar residentes em quarentena. Na cidade de Hangzhou, uma companhia de telecomunicações estatal ajudou a prefeitura a instalar 238 câmeras para monitorar as pessoas que estavam em isolamento em casa.

Na rede social chinesa, várias pessoas pareciam aprovar a medida. Alguns até pediram que seus governos locais imitassem a iniciativa.

Outros, porém, acharam a medida exagerada. A CNN conversou com um funcionário público da cidade de Changzhou, que teve uma câmera instalada dentro de seu apartamento depois de voltar de uma viagem a outra província chinesa. Segundo o relato dele, um policial e um trabalhador comunitário foram ao seu apartamento no dia seguinte à sua chegada e instalaram a câmera em uma estante, apontando para a porta de entrada. O trabalhador comunitário tinha acesso à filmagem em tempo real em seu celular. A polícia disse ao funcionário público que a câmera não poderia ser instalada do lado de fora do apartamento porque poderia ser vandalizada.

"(A câmera) teve um enorme impacto em mim psicologicamente", disse à CNN o homem, que não quis ser identificado. "Tentei não fazer telefonemas, temendo que a câmera gravasse minhas conversas por acaso. Eu não conseguia parar de me preocupar, mesmo quando dormia, depois de fechar a porta do quarto". Ele também contou à reportagem que outros dois moradores do prédio estavam passando pela mesma situação.

Outros países estão usando tecnologia para monitorar pacientes com Covid-19, mas não chegam a este nível de vigilância que vem sendo adotado por alguns governos locais na China. A Coreia do Sul, por exemplo, usa um aplicativo que rastreia o paciente via GPS e envia alertas quando as pessoas saem da quarentena.

Segundo levantamento do IHS Markit Technology com dados de 2018, a China é o país com mais câmeras de monitoramento no mundo, com uma câmera para cada 4,1 habitantes. Os Estados Unidos vem logo atrás, com uma câmera instalada para 4,6 pessoas.

9 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]