Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

tensão

Com autorização de Damasco, Iraque ataca Estado Islâmico na Síria

O primeiro-ministro do Iraque declarou em dezembro vitória sobre o grupo terrorista, mas pequenos grupos ligados a facções continuam agindo próximos da fronteira, realizando atentados e emboscadas na região

  • Folhapress
Imagem divulgada pela Força Aérea do Iraque que mostra caças que teriam sido usado s no ataque | STRINGER/AFP
Imagem divulgada pela Força Aérea do Iraque que mostra caças que teriam sido usado s no ataque STRINGER/AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Aviões iraquianos fizeram nesta quinta-feira (19) um bombardeio contra posições do Estado Islâmico na Síria, em um ataque coordenado com o governo do ditador Bashar al-Assad.

Os caças F16 decolaram de uma base do lado iraquiano da fronteira antes de entrar no espaço aéreo sírio, onde realizaram o ataque.

Leia também: Ataque à Síria: teatro conveniente para todos os envolvidos

“Realizar ataques aéreos contra as gangues do Daesh [outro nome do Estado Islâmico] no território sírio é importante devido ao perigo que esses grupos representam ao território iraquiano e é uma prova da melhoria da capacidade de nossas Forças Armadas”, disse um comunicado divulgado pelo governo do Iraque.

A ação acontece uma semana após o primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi ter indicado que autorizaria um ataque do outro lado da fronteira, ao afirmar que Bagdá “tomaria todas as medidas necessárias se houvesse ameaça à segurança do Iraque”.

O premiê declarou em dezembro vitória sobre o Estado Islâmico, mas pequenos grupos ligados a facções continuam agindo próximos da fronteira, realizando atentados e emboscadas na região.

O governo de Abadi tem atualmente boas relações tanto com o Irã quanto com a Rússia, os dois principais aliados de Assad na Síria, enquanto também recebe apoio dos Estados Unidos. Damasco não comentou sobre o ataque desta quinta.

Leia também: Síria: quem está envolvido no conflito? E o que eles querem?

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

PUBLICIDADE