• Carregando...

O Conselho de Segurança da ONU realizará neste domingo (20) uma reunião de emergência para abordar os últimos eventos em Gaza, informaram fontes diplomáticas.

O encontro acontecerá às 21h30 (local, 22h30 em Brasília) após o pedido feito pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

Em entrevista coletiva realizada no Catar, Abbas denunciou o ataque do exército israelense ao subúrbio de Shahaiya, que deixou pelo menos 62 palestinos e 13 soldados israelenses mortos, além de 200 feridos, e pediu que o Conselho se reúna para que Israel seja responsabilizado de acordo com o direito internacional.

"É um crime contra a humanidade e os responsáveis não ficarão impunes", afirmou o presidente palestino em sua solicitação, na qual ressaltou a importância de dar proteção internacional à Faixa de Gaza, Jerusalém e Cisjordânia.

O pedido de Abbas foi transferido oficialmente ao Conselho de Segurança pela Jordânia, atual membro e que atuou em nome do grupo de países árabes.

O principal órgão de decisão da ONU já se reuniu de forma extraordinária na tarde da sexta-feira para discutir o conflito entre israelenses e palestinos, que continuou a se agravar durante o fim de semana.

Segundo as autoridades palestinas, 450 palestinos morreram e mais de três mil ficaram feridos desde o início da ofensiva militar israelense contra o Hamas, no último dia 8.

Enquanto isso as "Brigadas Ezedin al-Qassam", braço armado do movimento islamita anunciaram hoje a captura em combate de um soldado israelense, o que não foi confirmado nem desmentido pelo exército de Israel.

No plano diplomático, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, se reuniu hoje no Catar com Abbas e com as autoridades do país para tentar promover um cessar-fogo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]