Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Uma criança que se acreditava ter sido curada do HIV voltou a mostrar níveis detectáveis do vírus da aids, disseram ontem autoridades de saúde dos Estados Unidos.

A criança, conhecida como "Bebê do Mississippi", foi objeto de um estudo de caso sobre remissão duradoura da infecção publicado no periódico The New England Journal of Medicine, no ano passado.

Atualmente com quatro anos, a criança nasceu prematura em uma clínica do Mississippi em 2010 de uma mãe infectada com o HIV. Depois de ter sido tratada durante 18 meses, ela passou mais de dois anos sem medicamentos antirretrovirais. Durante aquele período, exames de sangue não detectaram níveis do vírus.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]