Jornalista trabalha nos preparativos para a cúpula que acontece em Brisbane, na Austrália | Lukas Coch/Efe
Jornalista trabalha nos preparativos para a cúpula que acontece em Brisbane, na Austrália| Foto: Lukas Coch/Efe

Alguns dos principais líderes mundiais já estão em Brisbane, na Austrália, onde participam neste sábado (15) e domingo (16) da cúpula do G20, o grupo das principais potências econômicas mundiais. Entenda como funciona o G20 e qual a importância desse encontro:

O que é o G20?O Grupo dos 20 (G20) foi criado em 1999, reunindo os ministros de finanças e presidentes de bancos centrais daquelas consideradas as principais economias mundiais. O objetivo era discutir em conjunto questões-chave da economia global.

Quem faz parte?África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia e Turquia. A cadeira remanescente é da União Europeia, representada pelo presidente do Banco Central europeu.Com que frequência ocorrem as cúpulas?As reuniões acontecem uma vez ao ano, mas em 2009 e 2010 foram realizados dois encontros, devido à crise global da economia.

Como são definidas as sedes das reuniões?A cada ano a reunião é realizada em um país diferente, escolhido em comum acordo pelos integrantes do G20. Este ano ela acontece em Brisbane, na Austrália. Sediar a cúpula é uma oportunidade de propor uma agenda e liderar as discussões.O que está em discussão na cúpula 2014?De acordo com os organizadores, o objetivo maior é discutir a crise financeira mundial e definir acordos para promover o crescimento econômico e a geração de empregos. Porém, outros assuntos em voga podem ganhar a pauta, como o conflito na Ucrânia, mudanças climáticas e a epidemia de ebola.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]