Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Iniciante na carreira política, Zelensky é filho de judeus, comediante, empresário e se tornou herói para a resistência ucraniana
Iniciante na carreira política, Zelensky é filho de judeus, comediante, empresário e se tornou herói para a resistência ucraniana| Foto: Reprodução/Redes Sociais

Com aparência cansada e parecendo usar sempre a mesma roupa, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky têm gravado vídeos e realizado pronunciamentos na tentativa de unir seu país contra o ataque russo que começou em 24 de fevereiro. Para isso, ele nega deixar a Ucrânia durante a guerra, solicita apoio efetivo dos países ocidentais e conquistou a admiração até mesmo de opositores, tornando-se herói nacional. Mas quem é esse homem que saiu das telas de cinema para representar a resistência ucraniana em uma guerra real? Confira na linha do tempo preparada pela Gazeta do Povo.

1978 - Família judia

Filho de pais judeus, Volodymyr Zelensky nasceu dia 25 de janeiro na cidade de Kriyvyi Rih, sul da Ucrânia. Teve familiares mortos no Holocausto e conta que seu avô lutou na infantaria do exército soviético contra a Alemanha nazista.

1980-1990 - Infância

Durante a infância, sua família se mudou para Erdenet, na Mongólia, onde permaneceu por quatro anos até retornar a Kryvyy Rih. Depois disso, Zelensky frequentou uma escola ucraniana. O primeiro idioma que aprendeu foi o russo e, mais tarde, também começou a falar ucraniano e inglês.

1995 - Faculdade de Direito

Zelensky iniciou o curso de Direito no Instituto de Economia Kryvyy Rih, campus local da Universidade Nacional de Comércio e Economia de Kiev.

1997 - Estreia na comédia

Durante a faculdade, percebeu que também tinha talento como comediante e realizou performances com um grupo chamado Kvartal 95. Chegou a concorrer em uma competição de comédia de improvisação transmitida pela TV e apareceu com frequência em programas televisivos.

2000 - Carreira

Concluiu o curso de Direito, mas decidiu seguir carreira como comediante e produtor de TV. Ele também começou a namorar uma estudante de Arquitetura.

2003 - Família e sucesso

Volodymyr Zelensky se casou com a arquiteta Olena Volodymyrivna Zelenska e fundou a produtora Studio Kvartal 95, um dos estúdios de entretenimento mais bem-sucedidos da Ucrânia. Ele passa a atuar como diretor artístico do estúdio e se torna muito popular no país.

2004 - Primeira filha

Nasce a primeira filha do casal, Aleksandra, que hoje tem 17 anos.

2006 - Dança dos famosos

Zelensky venceu a primeira temporada da versão ucraniana do programa “Dança dos Famosos”. Inclusive, um clipe de suas diferentes performances no show viralizou nas últimas semanas.

2012 - Cinema

Em outubro, sua produtora fecha contrato com a rede de TV ucraniana 1+1, de um dos homens mais ricos do país, Igor Kolomoysky. Essa parceria fez com que Zelensky chegasse ao cinema, atuando em comédias românticas como “8 Firts Dates”. No mesmo ano, o presidente ucraniano Viktor Yanukoyvich – apoiado pela Rússia – se recusa a assinar um termo de aproximação com a União Europeia. A população sai às ruas em protesto e essas manifestações derrubam o governo.

2013 - Filho caçula

Nasce o filho mais novo de Volodymyr Zelensky: Kiril, que hoje tem nove anos.

2014 - Servo do Povo

Após a queda do presidente Yanukoyvich, o país elege o bilionário Petro Poroshenko na tentativa de acabar com a corrupção. Uma insurgência apoiada pela Rússia ocorre no leste da Ucrânia (guerra em Donbass), os russos enviam tropas para o país e anexam a península da Crimeia. Surgem movimentos separatistas pró-Rússia nessa região e o presidente russo Vladimir Putin é acusado de apoiar os rebeldes. Ao mesmo tempo, Volodymyr Zelensky começa as filmagens de uma série de TV que mudaria sua história: “Servo do Povo” (Servant of the People), disponível no canal oficial da produtora Kvartal 95 no YouTube.

2015 - Viral

Essa série televisiva estreou em outubro de 2015 com a história de um professor revoltado com a corrupção do governo. Na trama, o educador interpretado por Zelensky faz um forte discurso em sala de aula. Essa fala é gravada por um de seus alunos, se torna viral na internet e transforma o personagem no presidente da Ucrânia, com 60% dos votos. Enquanto os ucranianos assistem aos episódios, Putin se reúne com líderes mundiais em Minsk para assinar um acordo de paz que encerraria os combates, mas os conflitos na Ucrânia são retomados.

2018 - Candidatura

A série protagonizada por Volodymyr Zelensky continua sendo transmitida e, no dia 31 de dezembro de 2018, parte dela se torna realidade com o registro de um novo partido político na Ucrânia com o nome “Servo do Povo”. Zelensky é o responsável por esse partido e anuncia sua candidatura à presidência.

2019 - Eleição

Ele ganha destaque na corrida eleitoral e, mesmo enfrentando quase três dúzias de concorrentes, conquista 30% dos votos no primeiro turno contra 16% do seu principal oponente, Petro Poroshenko. Em 21 de abril, é eleito presidente da Ucrânia com 73% dos votos, vencendo o candidato favorito de Putin. “Nunca vou decepcioná-los", disse Zelensky durante sua comemoração. Em seu primeiro ano de mandato, no entanto, teria recebido uma ligação do presidente norte-americano Donald Trump pedindo que o governo ucraniano investigasse o filho de seu adversário politico Joe Biden em troca de apoio econômico. Esse telefonema fez Trump sofrer um processo de impeachment, que não foi aprovado no senado.

2020 - Coronavírus na Ucrânia

Começa a pandemia de Covid-19. Zelensky elabora uma estratégia nacional para limitar a propagação do vírus, mas diversos políticos do país resistem às medidas de bloqueio e se opõem ao presidente.

2021 - Guerra no Donbass

Volodymyr Zelensky tenta colocar a Ucrânia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), enquanto a insurgência apoiada pela Rússia na região de Donbass, no leste do país,  aumenta de forma significativa e se transforma na maior ameaça à estabilidade europeia desde a Segunda Guerra Mundial. No fim do ano, Putin envia tropas para a fronteira ucraniana e também para a Bielorússia, afirmando que não invadiria a Ucrânia.

2022 - "A luta é aqui"

Em 21 de fevereiro, a Rússia reconhece a independência das regiões ucranianas de Donetsk y Lugansk, anulando o acordo de paz de Minsk e despachando “mantenedores da paz” para essas regiões. O clima é de tensão e, nas primeiras horas de 24 de fevereiro, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky faz um apelo pela TV pedindo paz. Horas depois, Putin inicia uma “operação militar especial” na Ucrânia com bombardeios em várias cidades, inclusive Kiev. Zelensky liga para 27 líderes mundiais para solicitar ajuda e, em um novo pronunciamento, afirma que “todos estão com medo”. Mesmo assim, garante que a Ucrânia se defenderá.

A partir de então, ele nega deixar o país durante a guerra, afirma às autoridades americanas que precisa “de munição, não de uma carona", e utiliza sua habilidade de comunicação para acalmar o povo e prepara-los para resistir aos bombardeios. “O presidente está aqui, nossas tropas estão aqui, os cidadãos estão aqui e todos estamos protegendo a independência do nosso país”.

Com isso, a resistência ucraniana se mostra mais forte do que Putin imaginava, e os líderes ocidentais conseguem tempo para preparar um imenso pacote de sanções econômicas contra a Rússia. Nesse período, Volodymyr Zelensky sobrevive a três tentativas de assassinato e passa a ser admirado por sua coragem, inclusive por membros da oposição.

"Lutaremos o tempo que for necessário para libertar o país. Se as crianças nascem em abrigos, mesmo quando o bombardeio continua, então o inimigo não tem chance nesta indubitavelmente guerra popular", afirmou o presidente em pronunciamento divulgado nas redes sociais. Ele segue pedindo à União Europeia que considere urgentemente admitir a Ucrânia como membro do bloco.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]