i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Planeta vermelho

Descoberta reforça possibilidade de haver vida em Marte

Nasa informou que foi detectada uma fonte de gás metano, componente produzido principalmente a partir da atividade biológica

  • PorGazeta do Povo
  • 17/12/2014 07:49
Robô Curiosity, que vem explorando a superfície de Marte | Nasa/Divulgação
Robô Curiosity, que vem explorando a superfície de Marte| Foto: Nasa/Divulgação

A mais recente descoberta do robô Curiosity, que vem explorando Marte, aumenta as expectativa de que haja vida no planeta vermelho. A Nasa informou nesta quarta-feira (17) que foi detectada no local uma fonte de gás metano, componente produzido principalmente a partir da atividade biológica.

A descoberta, anunciada através de um artigo publicado na revista Science, ainda é pontuada por dúvidas. Inicialmente, a fonte aparecia e desaparecia sem explicação, aumentando em alguns pontos dependendo da época do ano. Porém, uma busca mais acentuada em Gale, uma cratera de 150 quilômetros de diâmetro, revelou uma emissão mais constante do gás. "Há uma fonte adicional de metano de origem desconhecida", observou a equipe que comanda a missão.

Os cientistas ainda não sabem de que forma o gás é gerado em Marte. Na Terra, 90% do metano presente na atmosfera é produzido pelos seres vivos, o que reforça a possibilidade de haver vida no planeta vizinho. "Na minha opinião, os dados [coletados pelo Curiosity] se encaixam mais como um modelo biológico. A possibilidade de vida em Marte volta a estar sobre a mesa", disse ao jornal El País Ricardo Amils, investigador do Centro de Astrobiologia da Nasa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.