Dezenas de pessoas podem ter morrido em Mianmar depois que um deslizamento de terra atingiu uma área de mineração de jade, afirmaram operários de uma empresa de mineração local, no segundo acidente do tipo em apenas um mês.

O deslizamento ocorreu na sexta-feira (25) em Hpakant, no Estado de Kachin, norte do país, uma região montanhosa que fica entre a China e a Índia e que concentra a maior parte da multibilionária indústria de jade do país, controlada pelas Forças Armadas.

“Ouvimos que cerca de 50 pessoas foram soterradas no rompimento de uma área de despejo e que quatro ou cinco corpos foram encontradas nesta manhã”, disse o minerador Sai Lon.

A polícia em Hpakant, no distrito de Mohnyin, disse que o deslizamento de terra ocorreu na tarde de sexta-feira (25), mas ainda não confirmou o número de vítimas. “Não recebemos ainda nenhuma informação das equipes de resgate”, disse um oficial na Delegacia Municipal de Hpakant que não quis se identificar.

Em 22 de novembro, um imenso deslizamento de terra na mesma área montanhosa do Estado de Kachin matou 114 pessoas. A região produz algumas das jades de melhor qualidade do mundo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]