Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Em discurso na noite de domingo, Xiomara Castro já se declarou vencedora
Em discurso na noite de domingo, Xiomara Castro já se declarou vencedora| Foto: EFE/Humberto Espinoza

A candidata do partido de esquerda Liberdade e Refundação (Libre) e esposa do ex-presidente Manuel Zelaya, Xiomara Castro, lidera a apuração da eleição presidencial em Honduras, realizada neste domingo (28).

Segundo a parcial mais recente, divulgada na manhã desta segunda-feira (29) pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE), com 51,45% dos votos apurados, Castro tinha 53,61% da preferência do eleitorado. Nasry Asfura, do partido governista Nacional, tinha 33,87% dos votos. Se eleita, Castro será a primeira mulher a presidir Honduras.

Castro tem 62 anos e já havia sido candidata nas eleições presidenciais de 2013 e 2017. Em discurso na noite de domingo, declarou-se vencedora. “Por 12 anos o povo resistiu, e esses 12 anos não foram em vão. Deus leva tempo, mas não esquece. Hoje o povo fez justiça”, declarou, numa referência à deposição do seu marido em 2009, após Zelaya convocar um plebiscito sobre a convocação de uma assembleia constituinte.

Também na noite de domingo, Asfura, prefeito da capital Tegucigalpa, disse que a eleição ainda não estava decidida. “Aos demais candidatos presidenciais: à nossa grande estrutura do nosso Partido Nacional, peço paciência, tranquilidade e calma, esperamos que as empresas contratadas pelo CNE façam bem o seu trabalho e nos informem até que seja contado o último voto em todo o país”, declarou.

Por sua vez, o terceiro colocado, Yani Rosenthal (9,21% dos votos na última parcial), do Partido Liberal, reconheceu a derrota nesta segunda-feira. “Ontem à noite, entrei em contato com o coordenador do Partido Libre, Manuel Zelaya, para parabenizá-lo e transmitir as felicitações para dona Xiomara Castro de Zelaya pelo virtual triunfo nessa eleição”, afirmou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]