i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Oriente Médio

Líbano anuncia formação de novo governo e manifestantes voltam às ruas

  • PorGazeta do Povo
  • 21/01/2020 20:33
o novo primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, no palácio presidencial na capital Beirute após anúncio da formação de um novo governo
o novo primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, no palácio presidencial na capital Beirute após anúncio da formação de um novo governo| Foto: Dalati and Nohra / AFP

A presidência do Líbano anunciou a formação de um novo governo no país nesta terça-feira (21), colocando fim a um impasse que durava meses. Uma série de protestos levou o primeiro-ministro anterior, Saad Al Hariri, a renunciar em outubro passado, deixando um vácuo de poder.

O novo governo deverá enfrentar uma grave crise econômica, descrita como a pior do país em décadas. O primeiro-ministro Hassan Diab, professor na Universidade Americana de Beirute, comanda agora um gabinete de 20 membros, dois deles do Hezbollah.

"Eu fui nomeado diante de muitas acusações. Eu queria trabalhar, não discutir. Eu agi de acordo com a lei que me informava para formar um governo. Eu segui as regras e regulamentos para formar uma nova equipe de ministros", disse ele, após o anúncio do gabinete no palácio presidencial, segundo a Al Jazeera.

O anúncio não deve satisfazer os manifestantes, que há meses protestam contra a corrupção e a precariedade dos serviços e exigem profundas reformas políticas, com um governo formado por tecnocratas independentes.

Após o anúncio do novo governo, milhares de manifestantes foram às ruas de várias cidades do país participar de novos protestos. Os protestos têm sido pacíficos em sua maioria, mas no final de semana passado houve confronto entre a polícia e manifestantes; mais de 540 pessoas ficaram feridas dos dois lados.

  • Manifestante queima pneus na rodovia entre Beirute e a cidade costeira de Byblos, em protesto contra o governo recém-anunciado, 21 de janeiro de 2020
  • Confronto entre manifestantes e o exército libanês na cidade costeira de Tripoli, ao norte de Beirute, em protesto contra o governo recém-anunciado, 21 de janeiro de 2020
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.