i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Polêmica

Escola com nome de Pinochet e símbolo nazista causa polêmica no Chile

Dono da instituição diz ser amante do nacionalismo e promotor da ideologia de Hitler

  • PorAgência O Globo
  • 17/03/2014 18:38

A abertura de uma escola de arte na pequena cidade de Ancud, na Ilha de Chiloé, sul do Chile, está gerando polêmica entre os vizinhos. A instituição, prevista para abrir no fim deste mês, leva o nome do ditador chileno Augusto Pinochet e usa como símbolo a suástica nazista.

Em entrevista ao site chileno soychile.cl, o responsável pela Escola de Arte Presidente General Augusto Pinochet Ugarte, Godofredo Rodríguez Pacheco, de 44 anos, dá de ombros às críticas que recebe, principalmente da comunidade judia da ilha. Ele diz ter conhecimento em aquicultura e ser amante do nacionalismo e promotor da ideologia hitleriana.

"Para mim o nome da escola não é polêmico. Por que outras utilizam o nome de Salvador Allende, um judeu e, além do mais, maçom?", defende-se.

Pacheco rebate os que se opõem à sua escola usando como argumento o quadro educacional do país. Para ele, os maçons "manipulam a educação e não ensinam o que corresponde ao Terceiro Reich". Embora se mostre entusiasta do nazismo, ele nega fazer apologia sobre o tema.

"Deve-se contar a história de outra maneira, porque há muita manipulação a respeito. Na Europa, se eu falo sobre isso, sou preso, mas não tenho medo", declarou ao site.

As aulas já têm data para começar: dia 28 de março. E Godofredo está à procura de alunos para a escola, localizada no centro da cidade. A fachada é discreta, amadeirada. O que chama atenção é o enorme cartaz vermelho com a suástica nazista estampada no centro. O nome da instituição vem logo acima da peça.

Desde 2000 o projeto estava em gestação. O objetivo, diz o criador, é melhorar a qualidade da educação no país. A ambição, porém, extrapola o campo educacional e invade o político: a ideia é formular uma nova proposta nacionalista no país.

"Meu objetivo final é criar um partido político, uma proposta política nacionalista pensada a partir de Chiloé, ou seja, para não nos trazer coisas prontas de outros lados, não é necessário ir ao exterior para trazer novas ideias", explica Godofredo, que garante: "Não me importo que me rotulem de nazista".

Na grade curricular, as matérias variam entre história da medicina no Chile e anamofisiologia humana. Esse leque se deve ao idealizador da escola achar que o conceito de arte é amplo. "Esta será uma escola que fortalecerá a direita política na região. Eu não darei aulas a democrata-cristão ou a qualquer esquerdista", promete.

Segundo informações do site 24horas.cl, a movimentação para o fechamento da escola já ocorre na ilha. Um ex-deputado democrata-cristão anunciou que vai entrar com pedido no governo da Província de Chiloé para o fechamento da escola. Representantes da comunidade judaica local também levaram o caso ao Ministério do Interior para que sejam tomadas providências à respeito.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.