i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Covid-19

Espanha supera marca dos 15 mil mortos, mas vê redução no número diário de óbitos

    • Estadão Conteúdo
    • 09/04/2020 10:58
    espanha covid-19
    Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez| Foto: Mariscal / POOL / AFP

    A Espanha comunicou a diminuição do número diário de mortos por Covid-19 no país nesta quinta-feira (9). De acordo com o ministério da Saúde espanhol, 683 pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus nas últimas 24 horas, número inferior ao registrado na quarta-feira, quando 757 óbitos foram constatados. O país ibérico já superou a marca das 15 mil mortes durante a pandemia. Com a última atualização dos dados, agora são 15.238 óbitos.

    A contagem de novos contágios por dia também apresentou queda, com o número total de diagnósticos chegando a 152.446. Contudo, mesmo com a redução, ainda há mais casos novos da doença por dia do que pacientes recuperados. Desde o início da pandemia, 52.165 pessoas se curaram da covid-19 no país.

    Autoridades de saúde destacam há dias que a Espanha já superou o chamado "pico de contágios", mas, seguem pedindo que a população mantenha as medidas de distanciamento social para poder achatar a curva da epidemia.

    "Nossa prioridade agora é não retroceder, não voltar, sob nenhuma hipótese, ao ponto de partida, não baixar a guarda", afirmou o primeiro-ministro do país, Pedro Sánchez, durante um debate no Congresso para prorrogar as normas de isolamento social até o fim de abril.

    Desde o dia 14 de março, os quase 47 milhões de espanhóis estão sem sair de casa, exceto para trabalhar ou realizar atividades básicas, como comprar comida e medicamentos. Além disso, desde 30 de março foram paralisadas todas as atividades econômicas consideradas não-essenciais. A expectativa é que o Congresso espanhol amplie a quarentena até o dia 25 de abril.

    Infecções no mundo

    As infecções globais pelo novo coronavírus atingiram 1,5 milhão em todo o mundo nesta quarta-feira, 8, e o número de mortes já ultrapassou 87 mil, de acordo com os dados mais recentes da universidade norte-americana Johns Hopkins.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.