Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O ex-primeiro ministro francês Raymond Barre, que ajudou a Europa a adotar uma moeda única, morreu no sábado aos 83 anos de idade.

Barre saiu da obscuridade do trabalho tecnocrata e surgiu na linha de frente da política quando foi escolhido pelo presidente Valery Giscard d'Estaing para ser o primeiro-ministro, em agosto de 1976. Giscard disse na época que Barre era o "melhor economista da França".

Barre assumiu o cargo de Jacques Chirac e ficou no cargo até a vitória dos socialistas com Francois Miterrand, em 1981.

Sua associação com Giscard vinha dos anos 1960, quando Barre, como Comissário Europeu encarregado de assuntos econômicos e financeiros, fez a primeira proposta de uma cooperação monetária do continente, adotada por líderes em 1969.

"Sem dúvida foi uma das primeiras pessoas neste período a pedir uma coordenação de políticas econômicas e monetárias da Europa", disse o ex-presidente da Comissão Européia Jacques Delors à rádio France Info.

"Seu relato teve um grande impacto na época e foi de certa maneira o prelúdio do estabelecimento de um sistema monetário europeu que precedeu a criação do euro", disse Delors.

Durante o mandato de Barre como primeiro-ministro e ministro das Finanças, a França e a Alemanha retomaram a idéia da união monetária, lançando o mecanismo cambial europeu.

Mas ele não foi popular em casa, já que o país sofria os efeitos do primeiro choque do preço do petróleo. Ele colocou em prática um duro plano contra a inflação e cortou milhares de empregos em indústrias deficitárias, como aço e carvão.

Depois que deixou o cargo, Barre defendeu suas ações e ganhou reputação de obstinado e arrogante entre os críticos.

"Os franceses devem entender que minhas políticas foram certas. Não cabe a mim mudar", disse Barre.

Ele esteve doente por algum tempo e foi internado em abril para ser tratado de problemas cardíacos.

"O senhor Raymond Barre morreu nesta noite, 25 de agosto no hospital Val-de-Grace", disse a família em comunicado.

Barre nasceu nas Ilhas Reunião, francesas, no Oceano Índico, em 12 de abril de 1934, em uma família católica romana.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]